A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Junho de 2018

14/06/2018 12:32

Vídeo mostra família abrindo cova e distrito reclama de serviço em cemitério

Fato ocorreu em Piraputanga e, segundo associação da região, não há trabalhadores na manutenção do cemitério

Danielle Valentim
No vídeo que também circula nas redes sociais, é possível ver que a abertura rasa e a família, cansada após o velório, finalizando o buraco. (Foto: Reprodução)No vídeo que também circula nas redes sociais, é possível ver que a abertura rasa e a família, cansada após o velório, finalizando o buraco. (Foto: Reprodução)

Um vídeo que circula na internet mostra uma família terminando a cova para um parente no distrito de Piraputanga. A situação ocorreu depois que o caixão não coube na abertura feita por funcionários da Prefeitura de Aquidauana, a 135 km de Campo Grande. Segundo a Associação de Moradores do Distrito, a região está sem funcionários para a manutenção do cemitério há alguns meses e, por conta disso, chegou a realizar 40 sepultamentos por conta própria.

A cerimônia ocorreu há oito dias, mas somente agora circula nas redes sociais. De acordo com o presidente da região, Humberto Cristaldo Filho, a vítima morava sozinha no distrito, pois os pais haviam falecido há alguns meses. Segundo ele, os familiares que participaram do velório são moradores de Aquidauana e Campo Grande e procuraram a presidência após a situação constrangedora.

“Primeiro morreram o pai e a mãe. Na época, três funcionários cuidavam dos sepultamentos e limpeza do cemitério. Agora estamos sem ninguém para o serviço. Um dia antes acionei a prefeitura para que mandasse trabalhadores para preparar a cova. Eles foram até a minha casa arrumei as ferramentas e logo eles foram embora, pensei que estava tudo certo, até a família vir reclamar da situação”, disse.

No vídeo é possível ver que a abertura rasa e a família, cansada após o velório, finalizando o buraco. O presidente da Associação ressalta que já realizou cerca de 40 sepultamentos por conta própria, por causa da falta de trabalhadores para o serviço.

“Estamos no quarto mandato e fizemos alguns sepultamentos por conta, mas é difícil. O cemitério está abandonado, não há manutenção, cavalos e demais bichos entram e pisoteiam o local. Está complicada a situação”, disse.

Segundo apurado pela reportagem, os três funcionários que faziam a manutenção no cemitério de Piraputanga eram contratados e o convênio, ainda, não foi renovado.

O Campo Grande News tentou contato com o prefeito Odilon Ribeiro e o Gerente de Obras Archibald Macintyre, o Mac, mas ambos não atenderam os telefones. De acordo com a assessoria de imprensa, tanto o chefe do Executivo e o secretário participam de agenda no distrito de Cipolândia.

Direto das Ruas – A informação chegou ao Campo Grande News por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Assista ao vídeo:



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions