16/10/2019 19:19

Traficantes constróem carreta para transportar 255 quilos de cocaína

Droga estava em compartimentos de seis metros de comprimento na estrutura de veículo

Marta Ferreira
Tabletes de cocaína estavam em compartimento construído para esse fim em semirreboque. (Foto: Divulgação/PF)Tabletes de cocaína estavam em compartimento construído para esse fim em semirreboque. (Foto: Divulgação/PF)

Apreensão de cocaína feita por por policiais federais nesta quarta-feira (16) evidencia que uma carreta foi construída especificamente para o transporte de material ilícito, segundo a corporação. Dividida em tabletes, carga de 255 kg do entorpecente foi descoberta nas longarinas, peças que fazem parte do chassi do veículo. Os compartimentos, localizados na estrutura do veículo, ultrapassavam seis metros de comprimento cada.

A apreensão ocorreu na BR-262, rodovia que cruza Mato Grosso do Sul, de leste a oeste, no trecho entre Miranda e Corumbá. O motorista do veículo semirreboque, com placas de Londrina, foi preso. O nome não foi divulgado pela PF.

 

Compartimento onde droga estava, segundo a PF. Compartimento onde droga estava, segundo a PF.

À corporação, o motorista afirmou ter pego a droga em Corumbá e levaria ao interior de São Paulo. Para a PF, “a sofisticação do compartimento demonstra que a carreta fora construída especificamente para o transporte de material ilícito”.

Para conseguir tirar os invólucros de droga, foi preciso desmontar a estrutura secundária do parachoque traseiro, feito de peças parafusadas e encaixadas com razoável precisão, “dissimuladas por soldas falsas e pintura homogênea”, como traduziu a Polícia Federal.

O motorista preso foi levado para a Delegacia da Polícia Federal de Corumbá/MS e transferido para o presídio da cidade, onde aguardará o andamento do processo.

Confira imagens divulgadas pela PF.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente