08/05/2013 16:37

Comerciante diz que lojas foram saqueadas durante incêndio

Nadyenka Castro e Viviane Oliveira
Comerciante conta que mercadorias das lojas dele foram saqueadas. (Foto: Marcos Ermínio)Comerciante conta que mercadorias das lojas dele foram saqueadas. (Foto: Marcos Ermínio)

Há sete meses no comando de duas lojas no Centro Comercial Afonso Pena, em Campo Grande, João Carlos Cavassa do Valle, 53 anos, conta que mercadorias dele foram saqueadas durante o incêndio da tarde desta terça-feira, que destruiu a Planeta Real.

A loja Planeta Real fica ao lado do Centro Comercial. Enquanto as chamas tomavam conta do comércio de utilidades, do outro lado da parede, comerciantes, vendedores e clientes se desesperavam.

João Carlos não estava na loja quando o fogo começou. Ao saber da situação, correu para lá, onde a esposa estava, e juntos tentaram salvar um pouco das diversas peças de roupas infantil que tinha recém comprado para revender.

Enquanto tentava tirar as roupas dos armários e das araras, o comerciante conta que viu um homem colocando algumas na mochila que carregava. “Eu perguntei o que ele estava fazendo e ele disse que estava me ajudando. Percebi que não era isso, mas, por causa do desespero da hora era melhor não discutir”, disse.

O incêndio na loja teria começado a partir de faíscas de solda. Toda a loja foi destruída. Parte do teto desabou. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas e responsabilidade. A perícia esteve no local nesta manhã.

A fumaça que saía da loja podia ser vista de todos os cantos da cidade. O trânsito na área central ficou um caos e a orientação da Polícia foi de que as pessoas evitassem a região.

Por conta do fogo, uma parede junto ao Centro Comercial, que tem 85 lojas, desabou e o prédio foi interditado pelo comércio, devido ao risco de desabamento.

imagem transparente