05/03/2019 11:45

Em 4 dias, operação flagra 109 motoristas bêbados e recolhe 80 CNH’s

Conforme o Batalhão de Polícia Militar de Trânsito, de 1.002 condutores abordados, 406 foram submetidos a testes de alcoolemia

Viviane Oliveira
Blitz realizada pelos policiais de trânsito durante a madrugada (Foto: divulgação/Polícia Militar) Blitz realizada pelos policiais de trânsito durante a madrugada (Foto: divulgação/Polícia Militar)

Blitzes da Lei Seca flagraram em quatro dias de Carnaval 109 motoristas bêbados. As fiscalizações ocorridas em vários pontos da região central - como na Avenida Afonso Pena, na Antônio Maria Coelho, Presidente Ernesto Geisel, 13 de Maio, Eduardo Elias Zahran e Bom Progresso - resultaram em 25 motoristas presos em flagrante.

Conforme o BPMTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), de 1.002 condutores abordados, 406 foram submetidos a testes de alcoolemia, 39 veículos foram removidos para o pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e 80 CNH’s (Carteira Nacional Habilitação) recolhidas.

Durante as abordagens, foram registradas recusas de fazer o teste de alcoolemia. Neste caso, é aplicada multa de R$ 2.934,70, suspensão da CNH por 12 meses e menos sete pontos na carteira. Dirigir sob influência de álcool é infração gravíssima, segundo o CTB (Código de Trânsito Brasileiro). Além de pagar multa no valor de R$ 2.934,70, o condutor perde o direito de dirigir por 12 meses. Em caso de reincidência, o valor dobra para R$ 5.869,40.

Além da esfera administrativa, o flagrante pode resultar em prisão em flagrante se a medição do etilômetro indicar mais de 0,33 miligramas de álcool por litro de sangue. 

imagem transparente