10/09/2012 20:50

Família acusa hospital particular de descaso em atendimento a idoso de 84 anos

Viviane Oliveira
Com as fotos em mãos, Kamila disse que pretende entrar na justiça contra o hospital. (Foto: Simão Nogueira)Com as fotos em mãos, Kamila disse que pretende entrar na justiça contra o hospital. (Foto: Simão Nogueira)

Hoje o idoso Rubens Teodoro de Souza, de 84 anos, está isolado em um quarto por causa de uma bactéria hospitalar. Após 7 meses de internação, a família culpa o Hospital Adventista do Pênfigo pela situação e fala em descaso com o paciente.

A filha do Rubens, Kamila Riquelme de Souza, de 25 anos, conta que o pai deu entrada no dia 14 de março por desnutrição aguda e o caso dele foi se agravando por falta de cuidados da equipe de enfermagem.

Kamila disse que resolveu tornar público o drama que o pai está vivendo, após reclamar sem sucesso várias vezes na direção do hospital.

Ela relata que por falta de cuidados o pai desenvolveu um estágio avançado de úlcera por pressão, mais conhecida como escara, por ficar quatro meses na mesma posição.

“Neste período meu pai pegou pneumonia três vezes, depois de duas semanas descobrimos que o médico havia receitado inalação, porém até aquele dia não havia feito nenhuma”, lamenta.

A bactéria hospitalar, afirma a filha, foi contraída por contato das fezes com as lesões. Como Rubens chegou a ficar por várias horas sem ser trocado, as fezes entrou em contado com as feridas provocadas pelas escaras.

Por conta disso o idoso teve que passar por um uma colostomia - procedimento cirúrgico onde se faz uma abertura no abdômen para drenagem fecal.

“A minha tristeza é que ele chegou para tratar de uma enfermidade e a cada dia está piorando”, disse, acrescentando que pelo fato do pai ser idoso a atenção deveria ser redobrada.

Kamila reveza com dois irmãos as noites no hospital com o pai. “O pior de tudo é que ele pagou a vida inteira por um plano de saúde e agora que precisa está passando por esta situação”.

Ela tirou fotos das feridas do pai, dos curativos com a data vencida e pretende entrar na justiça contra o hospital. “Meu pai cheira mal, nem parece que está internado em um hospital particular”, desabafa.

O hospital informou via assessoria de imprensa que vai apurar a denúncia para tomar as devidas providências.

imagem transparente