11/02/2019 06:43

Motociclista que morreu ao bater em caminhão pilotava sem CNH

Inicialmente a suspeita era de que a vítima era uma jovem, no entanto é um homem de 38 anos

Bruna Pasche
Os motoristas que presenciaram o acidente ainda acionaram o socorro, mas Ardilei não resistiu e morreu no local. (Foto: Direto das Ruas)Os motoristas que presenciaram o acidente ainda acionaram o socorro, mas Ardilei não resistiu e morreu no local. (Foto: Direto das Ruas)

Foi identificado como Ardilei Rodrigues de Albuquerque, de 38 anos, o motociclista que morreu na noite deste domingo (10), ao colidir na traseira de um caminhão boiadeiro na Avenida Duque de Caxias, no bairro Vila Serradinho - próximo à rotatória da Copagaz. O homem morreu no local.

Ele não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação), conforme constatou a polícia de trânsito.

Consta no boletim de ocorrência que o motorista do caminhão, de 32 anos, contou à equipe que esteve no local do acidente que estava na avenida sentido leste oeste e depois do quebra-molas, Ardilei teria perdido o controle e batido a moto que estava uma Yamaha, na traseira de seu caminhão. No entanto o motorista não percebeu a batida e foi avisado por outros condutores.

O motorista então parou o caminhão e prestou socorro à vítima. O Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados, mas Ardilei morreu antes de ser socorrido. 

O caminhoneiro realizou o teste do bafômetro, que deu negativo e o caso foi registrado como morte a esclarecer na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do Centro.

 

imagem transparente