13/11/2018 09:23

Obra na Bandeirantes começa no 1º trimestre de 2019, diz Prefeitura

Intervenção que custará R$ 8,7 milhões prevê sete estações de embarque e desembarque de ônibus

Mayara Bueno
Veículos transitam na Avenida Bandeirantes, local onde será recapeado. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campo Grande).Veículos transitam na Avenida Bandeirantes, local onde será recapeado. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campo Grande).

Prevista para começar em 2019, a obra na Avenida Bandeirantes prevê sete estações de embarque e desembarque de ônibus. Segundo a Prefeitura de Campo Grande, a intervenção custará R$ 8,7 milhões, cujo financiamento foi contratado em 2012 pelo Projeto Mobilidade Urbana, do governo federal.

Além da Bandeirantes, integram o corredor sudoeste do transporte coletivo as ruas Guia Lopes, Brilhante e Avenida Gunter Hans.

São 2,5 mil km de drenagem e 3,8 mil km de recapeamento em toda a extensão da Bandeirantes, que vai da rotatória com a Manoel da Costa Lima até terminar na Avenida Afonso Pena. A faixa reservada para o corredor de ônibus terá quatro metros de largura e receberá pavimento mais resistente, polimerizado, ainda de acordo com o município.

As estações estarão entre as vias Nova Bandeirantes e Campinas; Manoel Cavalcante Proença e Hermenegildo Pereira; Sebastião José Machado e Bélgica; Salim Maluf e Tenente Antônio João Figueiredo; Caiapós e Argemiro Fialho; Avenida Salgado Filho e Rua Brilhante, e a sétima, entre as ruas Paissandu e 26 de Agosto.

imagem transparente