13/11/2018 14:43

Operação contra tráfico de drogas em escolas prende cinco em MS

A Operação Anjos da Lei é realizada em 26 estados e no Distrito Federal desde as primeiras horas do dia

Geisy Garnes

Policiais civis de todo o país cumpriram nesta terça-feira (13) mandados de busca e apreensão e prisões de envolvidos com o tráfico em 26 estados e no Distrito Federal. A Operação Anjos da Lei tem como alvo traficantes que agem no entorno de escolas e em Mato Grosso do Sul já prendeu cinco pessoas.

No Estado a operação envolveu policiais das delegacias especializadas da Capital e delegacias do interior e aconteceu em todos os 79 municípios. Conforme o primeiro balanço divulgado, nas primeiras horas de ação cinco pessoas foram presas - quatro em flagrante e um suspeito com mandado de prisão em aberto.

Ainda foram apreendidas munições calibre 762 e 135,5 gramas de drogas e vários equipamentos eletrônicos sem procedência. Os policiais ainda recuperaram dois veículos e dois celulares.

Ao Campo Grande News, o delegado-geral Marcelo Vargas afirmou que o objetivo da operação não é apreender grandes quantidades de drogas, mas sim reprimir o tráfico no entorno das escolas do Estado. Justamente por isso, o foco é a prisão de usuários e traficantes que agem próximo aos adolescentes.

Ainda conforme o delegado, em Mato Grosso do Sul, as ações fazem parte do programa Escola Segura, Família Forte, que promovem palestras com policiais civis e militares nas escolas do Estado alertando sobre o uso de drogas e outros crimes. “Muitas vezes o que leva o adolescente ao primeiro contato com a droga é a curiosidade. No projeto temos um kit, então o aluno vai ter contato com a maconha, a cocaína, o haxixe, depois vai assistir a um vídeo sobre os efeitos e consequências e ainda participar de uma palestra” detalhou.

A operação é a quarta ação coordenada pelo Sistema Único de Segurança Pública em que as polícias civis de cada estado atuam com a coordenação do Ministério da Segurança Pública.

Segundo o presidente do Conselho Nacional de Polícias Civis e coordenador da operação Emerson Wendt, em entrevista ao G1 São Paulo, o objetivo não é apreender grande quantidade de drogas, mas sim prender traficantes em flagrante. A principal intenção é reprimir o tráfico nas imediações de escolas em todo o país, em torno de 300 a 400 metros ao redor dos colégios.

De acordo com o ministro da Segurança Pública Raul Jungmann, a operação conta com 160 policiais civis. No primeiro balanço divulgado nacionalmente, foram cumpridos 131 mandados de busca e apreensão e 166 prisões, dessas, 74 foram em flagrante, e 21 adolescentes infratores apreendidos por tráfico na proximidade de escolas.

imagem transparente