04/02/2019 07:37

Para 67% dos leitores, é desnecessário flexibilizar lei ambiental no País

Nesta semana, o Campo Grande News vai continuar no debate ambiental, mas quer saber sua opinião sobre assunto local; você concorda que grandes geradores de lixo devem ficar responsáveis pela coleta?

Anahi Zurutuza

Depois da tragédia em Brumadinho, interior de Minas Gerais, o debate sobre a flexibilização de lei ambiental esquentou e o Campo Grande News quis saber a opinião do leitor. Para 67% dos participantes da enquete da semana, a legislação que protege o meio ambiente não deve ser afrouxada para agricultores, pecuaristas, mineradoras e indústrias, por exemplo.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) vem discursando sobre a necessidade de “soltar as amarras” da lei para o progresso.

Nesta semana, o Campo Grande News vai continuar no debate ambiental, mas quer saber sua opinião sobre assunto local.

Campo Grande começa 2019 na tentativa de se adequar o que pede a política nacional de resíduos sólidos. Parte da regulamentação da normativa nacional se deu, na Capital, por meio do decreto publicado pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana) no dia 27 de setembro.

O decreto fala dos grandes geradores, aqueles que produzem 50 quilos ou 200 litros de lixo por dia, e que, segundo a lei, devem ser responsáveis pela geração, manutenção e descarte do lixo, em especial as que produzem lixo considerado tóxico. Os locais, mais de 400, já começaram a ser notificados pela administração municipal.

Você concorda que grandes geradores de lixo devem ficar responsáveis pela coleta?

A nova enquete já está no ar. Participe!

imagem transparente