03/02/2019 08:30

Polícia faz varredura em hotéis em busca de carioca desaparecido

Homem veio prestar concurso da PRF, mas não deu entrada em hotel. Celular está desligado.

Mirian Machado e Aline dos Santos
Rapaz desembarcou na capital no sabado (2), mas até agora não deu entrada em hotel  (Foto: Paulo Francis)Rapaz desembarcou na capital no sabado (2), mas até agora não deu entrada em hotel (Foto: Paulo Francis)

A Polícia Civil está em buscas de informações do paradeiro de Fabio Maximiliano Santini Pereira de Almeida, de 38 anos. Policiais estão indo em vários hotéis da cidade para ver se o homem esté hospedado em algum deles. 

O Rapaz é do Rio de Janeiro e veio à Capital para prestar o concurso da PRF (Polícia Rodoviária Federal). Ele chegou ao Aeroporto de Campo Grande às 10h45 e disse que seguiria para o hotel Concord, o qual havia feito reserva. Conforme as imagens de câmeras de monitoramento da Infraero e mostradas aos policiais com a autorização da Polícia Federal, foi observado que Fábio chegou com outros dois homens.

 

Fábio desapareceu ao desembarcar no aeroporto da Capital (Fofo: Redes Sociais)Fábio desapareceu ao desembarcar no aeroporto da Capital (Fofo: Redes Sociais)

Em certo momento da imagem, um dos outros rapazes mexe no celular, o que indica que talvez tivesse pedido um Uber. Um carro Ford Fiesta preto, chega e os três entram no carro. Desde então ninguém tem mais informações da vítima. Não responde, nem visualiza as mensagens e as ligações caem na caixa postal.

À polícia, a amiga da vítima, que também veio para prestar concurso e também está hospedada no mesmo hotel em que o homem ficaria, disse que acredita que ele possa ter se instalado em outro hotéis.

Munidos do boletim de ocorrência, policiais estão fazendo uma varredura em hotéis para saber se Fábio está em um deles.

Conforme relato do cunhado do Fábio, Felipe Vanuto, 33 anos, o último contato da família com o rapaz foi às 12h20. A esposa teria perguntado como ele estava e ele respondeu que estava fazendo check in no hotel. “Não sabemos o que aconteceu. Se outra pessoa respondeu por ele. Não sabemos estamos desesperado”, explica o cunhado.

A informação que família tem até agora é de que Fábio teria pego o Uber e se perdeu. Depois disso não teve mais contato algum. “Ele foi sozinho, sem nenhum conhecido”, relata, em relação aos outros rapazes vistos na imagem de monitoramento.

Fábio estava com um tênis de cor laranja e com uma mochila nas costas. O cunhado disse que já ligou em vários hotéis, hospitais e até no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), sem resultados. “De longe a gente fica ainda mais desesperado. Estamos nos movendo aqui para ir aí para Campo Grande para acompanharmos de perto”, finaliza.

Caso alguém tenha alguma informação deve ligar no 190 Polícia Militar ou 3312-5700 Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

imagem transparente