30/11/2017 10:38

Policial militar atingida por motorista bêbado está entubada no CTI

Após a batida, o condutor ainda tentou fugir, mas parou porque o carro apresentou problemas mecânicos em razão da pancada

Viviane Oliveira
O condutor foi preso em flagrante por conduzir veículo sob efeito de álcool (Foto: Geisy Garnes) O condutor foi preso em flagrante por conduzir veículo sob efeito de álcool (Foto: Geisy Garnes)

É grave o estado de saúde da policial militar Rosimeire Dias de Souza, 35 anos, que sofreu fraturas após acidente de trânsito, na manhã de ontem (29), na BR-262, próximo ao Posto Locatelli, na saída para Três Lagoas, em Campo Grande. O motorista Denílson Zanella, 45 anos, que causou o acidente, foi preso por embriaguez.

Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, a PM foi submetida a cirurgia exploratória (procedimento adotado para diagnóstico ou prognóstico complexos), perdeu o baço e continua entubada no CTI (Centro de Terapia Intensiva). Apesar de estar estável, o estado de saúde da paciente é considerado grave. A vítima sofreu fratura exposta na perna esquerda e no braço.

Segundo informações do capitão Celso Soares de Souza, colega de trabalho de Rosimeire, a policial seguia em uma CG Titan 150 para a Companhia de Guarda Escolta, na Rua Indianópolis, no Jardim Noroeste, onde é lotada, quando teve a moto atingida na traseira pelo Nissan Sentra, de cor prata, conduzido pelo eletromecânico. 

Denílson não sofreu ferimentos e ainda tentou fugir, mas parou cerca de 200 metros depois porque o carro apresentou problemas mecânicos em razão da pancada. Ele, que apresentava sinais de embriaguez, foi submetido ao teste de alcoolemia. O resultado foi positivo. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros

imagem transparente