06/02/2019 10:28

Sesau fará mutirão de 12 dias em busca de criadouros e focos do Aedes

Convocação das equipes de saúde foi motivada após divulgação do último Lira, que apontou infestação do mosquito em 91,3% dos locais pesquisados

Danielle Valentim
O mutirão foi motivado após divulgação do último Lira que apontou infestação. (Foto: Marina Pacheco)O mutirão foi motivado após divulgação do último Lira que apontou infestação. (Foto: Marina Pacheco)

Uma resolução da Sesau (Secretatia Municipal de Saúde) publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (6) convocou equipes de atenção básica e de vigilância em saúde para realização de busca ativa de criadouros e focos de Aedes aegypti no período de 11 a 22 de fevereiro.

O mutirão foi motivado após divulgação do último LIRAa (Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti), que apontou IPP (Índice de Infestação Predial) em 91,3% dos extratos da pesquisa, quando o recomendado pelo Ministério da Saúde é de até 1%.

A convocação ressalta a Portaria 2.436/2017 do Ministério da Saúde, sobre a PNAB (Política Nacional de Atenção Básica) que garante conjunto de ações de saúde individuais, familiares e coletivas para que, entre os benefícios, promova, previna e diagnostique problemas na saúde.

Além disso, o texto pontua que para o combate e prevenção de epidemias é atribuição do Agente Comunitário de Saúde orientar e acompanhar o morador na remoção, destruição ou vedação de objetos que possam se transformar em criadouros.

A publicação desta quarta-feira também ressalta a Resolução 29 da SES (Secretaria Estadual de Saúde), que estabelece que o Agente Comunitário de Saúde deva fazer o controle mecânico em 100% dos domicílios visitados, quando o morador não o fizer.

Por fim, a resolução convoca todos os profissionais das Equipes de Atenção Básica e de Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde para a busca ativa de criadouros e focos de Aedes Aegypti em todos os imóveis de Campo Grande.

A quantidade de servidores que estarão envolvidos nos trabalhos não foi detalhada na convocação. A Resolução entra em vigor nesta quarta-feira (6).

imagem transparente