26/07/2019 19:26

Bandidos matam brasileiro sequestrado com a mulher e filho

A esposa da vítima, Librada Romero, de 47 anos, foi liberada, mas ainda não há detalhes sobre o paradeiro dos suspeitos

Adriano Fernandes e Helio de Freitas
Da esquerda para direita, Librada Romero e o marido morto. (Foto: Porã News) Da esquerda para direita, Librada Romero e o marido morto. (Foto: Porã News)

O pecuarista brasileiro Dilson Belo dos Santos foi morto pelos bandidos que sequestraram ele, a esposa, o filho nesta sexta-feira (26) em uma estância na zona rural de Capitán Bado, município vizinho de Coronel Sapucaia (MS), a 400 km de Campo Grande.

As informações iniciais eram de que apenas a família teria sido levada pelos bandidos, mas conforme a Polícia Civil o capataz da propriedade também foi sequestrado. A mulher do pecuarista, Librada Romero, 47 anos, também foi liberada.

No entanto, ainda não há detalhes sobre o paradeiro da quarta vítima ou dos suspeitos, conforme o Porã News. O filho do casal, de 25 anos, também havia sido sequestrado pelos bandidos, mas foi solto no decorrer do dia para que providenciasse cem mil dólares equivalente a soltura do casal. Contudo, ele procurou a Comissaria da Polícia Nacional em Capitán Bado e relatou o crime. 

Sequestro – O sequestro foi praticado por grupo de cinco a seis bandidos fortemente armados. Eles invadiram a Estância Belo, a 50 quilômetros de Capitán Bado, por volta das 05h e fugiram levando a família. Em seguida os sequestradores libertaram o rapaz para que ele providenciasse o dinheiro do resgate.

Dominada pelo narcotráfico e crimes de pistolagem, a região de Capitán Bado também enfrenta onda de sequestros, principalmente de pecuaristas que moram em fazendas distantes da cidade, no meio da mata.

#matéria alterada no dia 27/07, às 12h44 para correção de informação

imagem transparente