15/04/2019 10:10

De surpresa, fábrica tradicional de biscoitos fecha e demite 300 pessoas

A empresa garantiu, por meio do comunicado, que vai pagar adicional à rescisão de acordo com os anos trabalhados aos funcionários

Anahi Zurutuza
Movimentação em frente à Mabel na manhã desta segunda-feira (Foto: Perfil News)Movimentação em frente à Mabel na manhã desta segunda-feira (Foto: Perfil News)

A Mabel, uma das primeiras indústrias instaladas em Três Lagoas, fechou suas portas nesta segunda-feira (15) e comunicou a demissão de 300 pessoas.

Conforme apurou o Perfil News, anúncio do fechamento da fábrica pegou os moradores de surpresa e nesta manhã, representantes da empresa se reúnem com o secretário de Desenvolvimento da cidade, José Aparecido de Moraes.

Em comunicado divulgado aos funcionários nesta manhã, a indústria afirma que concentrará sua produção de biscoitos nas plantas de Sorocaba (SP), Aparecida de Goiânia (GO) e Itaporanga D'Ajuda (SE). A justificativa é estratégia para reequilibrar as contas.

A empresa garantiu, por meio do comunicado, que vai que vai pagar adicional à rescisão de acordo com os anos trabalhados aos funcionários e ainda dará suporte - workshops sobre empreendedorismo, planejamento financeiro e preparação de currículos – para realocar os empregados.

A Mabel foi inaugurada em 1998 em Três Lagoas e em 2011, foi comprada pela multinacional PepsiCo – grupo que também detém as marcas Elbi's, Kelly, Skiny, Elma Chips, Quaker, Toddy e Toddynho.

Comunicado entregue aos funcionários (Foto: Reprodução)Comunicado entregue aos funcionários (Foto: Reprodução)
imagem transparente