30/11/2019 20:28

Em protesto, família pede respostas após adolescente desaparecer

Polícia suspeita que caso possa ter ligação com uma briga de estudantes

Clayton Neves e Helio de Freitas, de Dourados
Família de adolescente desaparecido durante protesto neste sábado. (Foto: Porã News)Família de adolescente desaparecido durante protesto neste sábado. (Foto: Porã News)

Com cartazes e pedido de respostas, a família do estudante Alex Ziole Areco Aquino, de 14 anos, protestou na tarde deste sábado (30), em Pedro Juan Caballero, pedindo solução no caso do adolescente brasileiro que desapareceu na fronteira desde o último dia 23. No domingo, os familiares prometem fazer novo ato em Ponta Porã.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Ponta Porã e pela Polícia Paraguaia. A principal linha de investigação é de que o crime possa ter sido motivado por uma briga entre alunos. Na última vez em que foi visto, Alex estava em uma festa e foi abordado por ocupantes de uma caminhonete que teriam levado o garoto do local.

“As investigações se encontram muito avançadas e já temos informação importante que podem nos levar a desvendar o caso nos próximos dias” disse Francisco Talavera, subchefe da Divisão de investigações Criminais polícia paraguaia em Pedro Juan Caballero.

Neste sábado, de amigos e familiares estiveram em frente ao Palácio da Justiça de Pedro Juan Caballero para protestar. Amanhã, o grupo fará nova manifestação no Parque dos Ervais, em Ponta Porã.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente