25/01/2019 16:04

Homem é preso por abuso em ônibus, 1 dia após masturbação em delegacia

Rapaz de 27 anos passou a mão em uma passageira de ônibus; ontem, foi flagrado por ato obsceno em delegacia de Corumbá

Silvia Frias e Guilherme Henri
A vítima relatou no Facebook o que aconteceu durante a viagem (Foto/Reprodução)A vítima relatou no Facebook o que aconteceu durante a viagem (Foto/Reprodução)

Um rapaz de 27 anos foi preso na madrugada de hoje, depois de passar a mão nas partes íntimas de uma mulher, em um ônibus intermunicipal, na BR-262, em Anastácio. O homem, preso em flagrante, já tinha antecedente de ato obsceno, cometido um dia antes, dentro da delegacia da Polícia Civil de Corumbá.

O caso ocorrido em Anastácio foi registrado como importunação sexual, previsto no Artigo 215 A do Código Penal. O delegado Jackson Frederico Vale disse que o crime é afiançável, porém, por se tratar de pena acima de 4 anos de reclusão, somente o juiz pode arbitrar valor.

O ato obsceno aconteceu por volta das 3h30, dentro do ônibus da empresa Andorinha, na BR-262. A vítima, de 48 anos, trabalha como síndica de condomínio em Corumbá e viajava para Campo Grande para tratamento médico.

A mulher disse ao Campo Grande News que, por volta de 23 horas, notou o rapaz na rodoviária de Corumbá, andando pela plataforma com um saco preto. Depois, ela embarcou. De madrugada, cochilou e esticou a perna no braço da poltrona da frente. De vestido, acordou sentido que alguém a tocava. Ela acordou e viu o rapaz sentado na escada, colocando a mão por baixo da roupa dela. “Eu me assustei, levantei e esmurrei ele”, lembra.

Homem foi preso em flagrante e levado para delegacia (Foto/Divulgação)Homem foi preso em flagrante e levado para delegacia (Foto/Divulgação)

Ela começou a gritar, chamando atenção dos outros passageiros, que imobilizaram o homem e pediram que o motorista parasse no posto da Polícia Rodoviária Federal. O homem foi levado, então, para a Polícia Civil de Anastácio. A vítima embarcou hoje de manhã para Campo Grande.

O rapaz de 27 anos é de Cambé (PR) e teve registro de ato obsceno, ontem, em Corumbá. Nesse caso, ele foi para a delegacia registrar um boletim de ocorrência por extravio. Pelas câmeras de monitoramento, os policiais o flagraram com as calças abaixadas e se masturbando. Por se tratar de crime de menor potencial ofensivo, foi liberado.

Em depoimento à polícia de Anastácio, o rapaz disse que não consegue se controlar. Sem profissão conhecida, se considerada andarilho. Segundo delegado Jackson Vale, ele passou os últimos dias por Presidente Prudente, Presidente Epitácio, Campo Grande, Corumbá e, agora, Anastácio.

Justiça mantém pena para homem que estuprou cunhadas de 9 e 12 anos
Com a justificativa de que a Justiça ignorou laudo que caracterizou como indígena, e insuficiência de provas, um condenado por estupro das cunhadas, ...
Desacordada, mulher é levada para UPA e estupro é descoberto por médico
Uma mulher de 29 anos procurou a polícia na quarta-feira (16) para denunciar um estupro sofrido no último domingo (13), no bairro Caiçara, em Campo G...
imagem transparente