29/07/2019 08:16

Polícia acha moto de rapaz morto a tiros e afasta hipótese de latrocínio

Yamaha Lander estava jogada a cem metros do local do crime, entre os bairros Jardim Carisma e Canaã I, na zona leste de Dourados

Helio de Freitas, de Dourados
Gustavo da Silva Pereira em foto publicada na rede social; rapaz foi morto a tiros ontem (Foto: Reprodução/Adilson Domingos)Gustavo da Silva Pereira em foto publicada na rede social; rapaz foi morto a tiros ontem (Foto: Reprodução/Adilson Domingos)

A moto de Gustavo da Silva Pereira, 20, assassinado com três tiros na tarde de ontem (28) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, foi encontrada perto do local do crime.

De acordo com a polícia, a Yamaha Lander XTZ 2006/2007, placa DTM-4267, estava jogada na rua, a pelo menos cem metros do local onde Gustavo caiu e morreu, o que afasta a possibilidade de latrocínio – roubo seguido de morte. A moto foi levada para a 1ª Delegacia de Polícia Civil e passou por perícia.

Gustavo foi morto com tiros nas costas e no rosto, entre os bairros Jardim Canaã I e Jardim Carisma, na região leste da cidade. A suspeita é de que ele tenha sido abordado pelos criminosos.

Uma testemunha relatou ter ouvido o rapaz pedir perdão aos assassinos. Em seguida saiu correndo, mas levou um tiro nas costas caiu no meio da rua. Os criminosos se aproximaram e dispararam dois tiros no rosto do rapaz, à queima roupa.

Gustavo morava no Jardim Ouro Verde, na mesma região onde ocorreu o crime, e trabalhava na montagem de silos na região de Fátima do Sul. Familiares disseram que ele saiu de casa ontem para dar uma volta de moto.

Perita da Polícia Civil colhe impressões digitais na moto do rapaz morto ontem (Foto: Osvaldo Duarte)Perita da Polícia Civil colhe impressões digitais na moto do rapaz morto ontem (Foto: Osvaldo Duarte)
imagem transparente