04/04/2019 08:00

Enfim, um presidente contra a indústria da multa

Mário Sérgio Lorenzetto
Enfim, um presidente contra a indústria da multa

O Presidente Jair Bolsonaro anunciou algumas mudanças relativas ao código de trânsito. Pretende aumentar a validade da carteira de motorista de cinco para dez anos. Como também pretende eliminar as lombadas eletrônicas nas estradas federais (o anúncio não deixa claro se reduzirá ou efetivamente eliminará esse aparelho caça-níquel). Seja qual for a opção, Bolsonaro ataca a indústria da multa. "Há uma quantidade enorme de lombadas eletrônicas no Brasil. É quase impossível você viajar sem levar uma multa. E sabe, ou desconfia, que, no fundo, o objetivo não é diminuir acidentes", afirmou Bolsonaro.

Enfim, um presidente contra a indústria da multa

Interesse inconfessáveis na indústria da multa.

De acordo com o presidente, o DNIT agia por interesse político antes de sua posse. Também repetiu a verdade incontestável de que as lombadas eletrônicas visam a arrecadação e não a redução de acidentes. Alguns deputados federais vem, desde muitos anos, afirmando que há uma bancada clandestina de seus colegas que dominam o DNIT, com o único intuito de faturar para seus bolsos ou campanhas. Mas nenhum aceita vir a público denunciá-los. Formam uma corrente de camaradagem e fazem com que uma seríssima denúncia, vire, tão somente, um boato. Eles também afirmam que a mais recente invencionice do DNIT, as placas do Mercosul, nasceu do conluio dessa "bancada da placa" com membros do DNIT e uma grande indústria que fornece insumos para produzi-las. Na luta contra essa placa, Bolsonaro, por enquanto, está sendo derrotado na justiça. Já passou da hora de botar um general honrado nesse mau cheiroso órgão federal.

Enfim, um presidente contra a indústria da multa

"Não teremos mais nenhuma nova lombada eletrônica no Brasil".

Bolsonaro envia um claro recado a essa troupe de prefeitos, governadores, lobistas e instaladores de lombadas eletrônicas ao afirmar que está proibindo a instalação de novas 8.000 lombadas eletrônicas nas estradas federais. O descontrole dessa gente atingiu níveis insuportáveis. Fazem de tudo para multar motoristas. Escondem atras de árvores, muros e até nos céus seus aparelhos caçadores de níquel, nos fazem comprar kits de emergência, extintores de incêndio de padrão "faturamento de alguns mafiosos". O enriquecimento em cima de leis, normas e confusões é gigantesco. Discorde do Bolsonaro em tudo que desejar, foram três meses patinando, mas sua luta contra a indústria da multa é uma cruzada digna de aplausos . Esperamos que ele coloque o DNIT a não mais trabalhar contra os combalidos bolsos dos brasileiros. Essa gente lembra os bandos de salteadores que pululavam nas estradas da Idade Media.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente