03/05/2019 15:03

Corumbaense e Operário iniciam briga por vaga na 3ª divisão do futebol nacional

Times sul-mato-grossenses estreiam neste fim de semana. Carijó recebe o Palmas no Arthur Marinho. Operário vai a Minas Gerais.

Gabriel Neris
Elenco do Operário treina no Morenão antes da estreia na Série D (Foto: Operário/Divulgação)Elenco do Operário treina no Morenão antes da estreia na Série D (Foto: Operário/Divulgação)

A bola vai rolar neste fim de semana pelo Campeonato Brasileiro da Série D. Corumbaense e Operário representam Mato Grosso do Sul e buscam o acesso inédito para a 3ª divisão do futebol nacional.

O primeiro a entrar em campo é o Carijó da Avenida, que recebe neste sábado (4) o Palmas (TO), às 17h (de MS), no estádio Arthur Marinho, em Corumbá, a 419 km de Campo Grande. Os dois times compõem o grupo A10, que também conta com Sinop (MT) e Iporá (GO).

O Corumbaense iniciou o ano apostando no técnico José Humberto de Oliveira. Levou o time as quartas de final do Campeonato Estadual com 54,5% de aproveitamento dos pontos disputados, mas caiu no primeiro mata-mata, sendo eliminado pelo Comercial. A diretoria do clube decidiu apostar na manutenção do treinador.

O clube leva como experiência a participação do ano passado. O clube ficou há três pontos de avançar de fase e tem nova oportunidade nesta edição.

Já o Operário volta a disputar o Campeonato Brasileiro depois de 11 anos. A última foi em 2008 ainda pela Série C. O atual modelo de séries foi criado no ano seguinte, marcado para domingo a estreia do Galo na 4ª divisão.

O Operário vai a Patrocínio (MG) enfrentar o Patrocinense, às 15h, no estádio Pedro Nascimento. Os dois clubes integram o grupo A11 junto com Anapolina (GO) e União de Rondonópolis (MT).

O time campo-grandense aposta no retorno de Celso Rodrigues, campeão estadual pelo clube no ano passado, mas com pouco tempo de trabalho. O Alvinegro ainda tenta apagar a eliminação nas quartas de final do Estadual.

Jogadores que se destacaram pelos concorrentes deste ano foram contratados. “Retorno em novo momento e venho representar Campo Grande e o Operário. Vamos passar aos jogadores a nossa maneira de jogar“, disse o treinador.

A competição reúne 68 clubes distribuídos em 17 grupos. Avançam para a próxima fase os líderes de cada grupo e os 15 melhores segundos colocados. A partir daí os confrontos serão em mata-mata. Os semifinalistas se classificam para a Série C de 2020.

imagem transparente