17/03/2019 09:21

Domingo de futebol tem Corinthians em campo e clássicos no Rio e RS

No Paulistão, Alvinegro está com um pé na próxima fase; Fluminense e Botafogo jogam no Maracanã e Porto Alegre terá o 418º Gre-Nal

Humberto Marques
Ralf, do Corinthians; time é o vice-líder do Grupo D do Paulistão. (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)Ralf, do Corinthians; time é o vice-líder do Grupo D do Paulistão. (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Além da rodada decisiva do Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol, que encerra a primeira fase da competição, os Estaduais pelo Brasil prometem emoção para os torcedores. Às 15h (de MS), em São Paulo, o Corinthians encara o Oeste; e no Rio de Janeiro o Vasco visita a Cabofriense. Às 18h, Fluminense e Botafogo jogam pela Taça Rio, enquanto Porto Alegre será palco do Gre-Nal.

Embalado pela vitória por 3 a 1 sobre o Ceará pela Copa do Brasil, e esperando casa cheia graças a promoção de ingresso para mulheres, o Corinthians é o vice-líder do Grupo C, com 15 pontos –dois a menos que a Ferroviária. O Alvinegro depende de apenas um ponto para avançar para a próxima fase, bastando apenas disputar com o time de Araraquara a liderança da chave. Já o Oeste, se vencer, toma a segunda posição do Grupo D do São Paulo.

O Corinthians só não deve entrar em campo com a força máxima por conta de desfalques. Fagner está suspenso, enquanto Gustagol, Gabriel e Renê Junior estão no departamento médico. O Rubro-Negro de Itápolis não terá três jogadores que têm contrato com o Corinthians –Bruno Xavier, Maciel e Gabriel Vasconcelos, emprestados ao time.

Diego Souza deve estrear pelo Botafogo no clássico contra o Fluminense. (Foto: Victor Silva/SS Press/Botafogo)Diego Souza deve estrear pelo Botafogo no clássico contra o Fluminense. (Foto: Victor Silva/SS Press/Botafogo)

Taça Rio – Também às 15h, o Vasco encara a Cabofriense em Cariacica (ES) –o time de Cabo Frio optou por mandar o jogo da quarta rodada no Estado vizinho. Os dois times buscam uma vaga na semifinal da Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca).

A Cabofriense é a terceira colocada do Grupo C, com 6 pontos, e via a campo tendo como treinador Valdir Bigode, que substitui Luciano Quadros. O time vem de derrota por 2 a 1 para o Fluminense. Já o Vasco, campeão da Taça Guanabara, é o terceiro na chave B, com 5. O técnico Alberto Valentim deve optar por um time reserva nesta tarde, preocupado em poupar o elenco depois do confronto de quinta-feira contra o Avaí. O Vasco não poderá contar com Maxi López, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Às 18h, é a vez de Botafogo e Fluminense se enfrentarem no Maracanã, também pela quarta rodada da Taça Rio, em situações bem opostas. O Tricolor carioca depende de si para encaminhar a classificação para a decisão, ao passo que a Estrela Solitária precisa da vitória para ainda ter alguma chance de chegar às semifinais.

O treinador Fernando Diniz tem na cabeça os confrontos contra o Antofagasta-CHI, pela Copa Sul-Americana, e o Flamengo pelo Estadual. Mesmo assim, deve optar pelo elenco principal nesta tarde. Léo Santos segue como substituto de Digão, um dos quatro desfalques –Mateus Gonçalves, Calazans e Pedro têm problemas físicos ou de saúde.

O Botafogo deve concentrar as apostas em Diego Souza, que estreia pelo clube. Alex Santana e Jean devem retornar ao meio-campo do Alvinegro, que segue sem Carli e Alex Santos. Uma derrota é tratada como desastre para as pretensões do clube na Taça Rio, depois de já ter ficado fora das finais da Taça Guanabara.

Rachão do Grêmio, em treino que antecedeu ao clássico; à frente, Renato Gaúcho. (Foto: Marcos Neves/gremio.net)Rachão do Grêmio, em treino que antecedeu ao clássico; à frente, Renato Gaúcho. (Foto: Marcos Neves/gremio.net)
Jogadores do Internacional em aquecimento; Hellmann deve optar por time reserva. (Foto: Internacional/Reprodução)Jogadores do Internacional em aquecimento; Hellmann deve optar por time reserva. (Foto: Internacional/Reprodução)

Gauchão – A Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS), deve ter casa cheia às 18h deste domingo, no confronto entre Grêmio e Internacional. O Gre-Nal 418 ocorre com o Tricolor liderando o torneio, com 23 pontos. O Internacional é o vice, com 19.

No Inter, o técnico Odair Hellmann deve apostar em um time reserva para o confronto –a prioridade tem sido a Libertadores, onde o time lidera o Grupo A com 100% de aproveitamento–, válido pela décima rodada do Gauchão. Os treinos ocorreram a portas fechadas e a lista de relacionados não foi divulgada. Sabe-se, porém, que o atacante Nico López não vai a campo, depois de ter a punição ampliada para suspensão por quatro jogos, em virtude de uma confusão registrada no confronto contra o Juventude em 10 de fevereiro. Ídolo da torcida, D’Alessandro também é dúvida, podendo dar lugar ao volante Rithely; ao passo que os estreantes Bruno, Guilherme Parede, Neilton e o goleiro Daniel devem estrear em Gre-Nais.

O time mandante também tem evitado dar muitas informações sobre o confronto. O técnico Renato Gaúcho fechou parte do último treino do Grêmio, mas a aposta é que ele mantenha a formação que foi derrotada pelo Libertad pela Libertadores –torneio no qual o Tricolor é o lanterna do Grupo H, com apenas um ponto.

O Grêmio deve voltar a contar com Alisson, embora não esteja confirmado como titular. Michel e Marinho, que deixaram a partida da Libertadores reclamando de dores, também devem compor o elenco, assim como Marcelo Oliveira e Lincoln. Galhardo e Léo Moura, por sua vez, ainda eram dúvidas neste domingo. A preocupação o time é recuperar a autoestima depois da derrota para os paraguaios por 1 a 0, em um confronto no qual o Grêmio foi tecnicamente mal –daí a aposta na manutenção do elenco perante o maior rival.

imagem transparente