25/04/2019 07:10

Na onda dos casamentos enxutos, alegria de noivos foi curtir festa com os avós

A festa aconteceu em Ponta Porã e teve música, dança e muita animação para os avós

Alana Portela
Os noivos, Karla e Giulian optaram por uma cerimônia mais íntima para reunir a família (Foto: Vicente Barros Fotografias)Os noivos, Karla e Giulian optaram por uma cerimônia mais íntima para reunir a família (Foto: Vicente Barros Fotografias)

Para ter avós na cerimônia de casamento, Giullian Rios, 32, e Karla Negri Rios, 26, saíram de Campo Grande e seguiram até Ponta Porã planejando uma festa mais enxuta. A presença dos avós do noivo, Ilma e Ademar Rios, e dos da noiva, Helena e Ortenilo Negri, Libera e Laurindo Stedille, foi marcada por amor e simbologia, mostrando que nos dias de hoje, a união pode sim durar a vida toda.

A cerimônia ocorreu no domingo de Páscoa (20), no Hotel Pousada do Bosque com apenas 16 convidados: os pais, avós, irmãs, um casal de tios, além dos noivos. No entanto, não foi simples reunir a turma. Libera e Laurindo são de Santa Catarina e tiveram que viajar 1.144,7 quilômetros para chegar ao local e prestigiar a cerimônia.

Karla relata que a ideia desde o começo era realizar uma festa mais íntima e para os avós. “É um privilégio tê-los ainda, queria fazer isso por eles, para vivenciarem algo único”, conta a noiva. Os preparativos para a celebração, iniciaram em janeiro deste ano e Ponta Porã foi escolhida pensando justamente nos convidados especiais.

“A família do noivo tem sangue paraguaio e é um local onde os campo-grandenses sempre vão. Lá tem um hotel que gostamos. Nele, dava para fazer um jantar, a cerimônia e passar o fim de semana. Meus avós nunca ficaram em um hotel, são humildes e queria proporcionar isso para eles e para os avós do meu noivo. Um momento único, diferente. No começo as pessoas não entenderam, mas queria isso”, afirma.

A noiva conta que de janeiro a abril, todos os avós adoeceram. “Quase perdi minha avó Helena, ficaram doentes. A festa era um momento para eles relaxarem. Vivenciar o evento com nossos avós, que em 2020 completam 60 anos de casados, é um exemplo. Não tinha como não ter”, disse Karla.

A avó Ilma de vestido vermelho levando as alianças para os noivos que estão no altar (Foto: Vicente Barros Fotografias)A avó Ilma de vestido vermelho levando as alianças para os noivos que estão no altar (Foto: Vicente Barros Fotografias)
Os noivos ao centro ao lado dos avós de Karla (Foto: Vicente Barros Fotografias)Os noivos ao centro ao lado dos avós de Karla (Foto: Vicente Barros Fotografias)

Até na entrega das alianças os convidados especiais não ficaram de lado. Dona Ilma e Ademar carregaram os anéis até entregar nas mãos dos noivos no altar. “Foi um momento emocionante. Entregaram pra nós o laço do amor, respeito, fidelidade. Mostrando que vale a pena lutar por uma união. Eles simbolizam o amor, não teve quem não chorou”, lembra a noiva.

O noivo não teve dúvidas na hora de escolher os convidados especiais. “Não poderia encontrar ninguém melhor que meus avós. Recentemente passamos alguns problemas pessoais em nossa família e aquilo foi como uma reconciliação. Admiro muito meus avós”, diz.

Para os avôs, a experiência foi marcante. “Poucos familiares, mas fiquei encantada e aproveitamos muito. Levamos as alianças, nunca vi avós fazerem isso”, disse Ilma. “O casamento ao ar livre foi uma novidade, ainda não tinha ouvido falar de festa desse jeito. Sou de origem paraguaia e a cerimônia na fronteira me fez lembrar das origens do meu pai”, completa Ademar.

Os preparativos para o casamento começaram em janeiro deste ano (Foto: Vicente Barros Fotografias)Os preparativos para o casamento começaram em janeiro deste ano (Foto: Vicente Barros Fotografias)
Giulian cantou a canção Oceano de Djavan para a noiva (Foto: Vicente Barros Fotografias)Giulian cantou a canção Oceano de Djavan para a noiva (Foto: Vicente Barros Fotografias)

História - Giullian e Karla estão juntos há oito anos. A história de amor começou com a incerteza dela, mas os anos se passaram e eles permaneceram juntos. Em maio de 2018, durante uma viagem para Cancún, com a família do noivo, a jovem foi surpreendida com o pedido de casamento. “É meu primeiro namorado. Estávamos com uma sessão de fotos marcada, no meio do ensaio veio o pedido. Depois recebi uma mensagem dos meus pais nos abençoando, pois o Giulian tinha pedido a minha mão em casamento antes”, recorda.

Karla lembra de como conheceu o esposo. “Conhecia a família dele, era amiga do pai dele. Até que um dia me disse que o filho queria me conhecer. Na época, olhei no Orkut e falei não. Sem chances, ainda mais que Giulian era músico de uma dupla sertaneja Maria Cecilia & Rodolfo e viajando com frequência”. Depois se conheceram em uma exposição e foi o amor falou mais alto. “Amor à primeira vista”, diz.

Apesar da festa de cerimônia enxuta, sobrou animação. O casal contratou o cerimonialista Antônio Osmânio, de Campo Grande, que se deslocou até Ponta Porã para dar início aos preparativos. No dia, a previsão era de chuva e poderia atrapalhar o casamento ao livre. O nervosismo tomou conta dos noivos, porém durante o evento o céu manteve-se limpo.

Na decoração, os tapetes e cortinas nude e as flores rosas e amarelas combinando com o buquê da noiva deixaram a festa ainda mais “viva”.  Os sons da fronteira também não poderiam faltar no dia. “A playlist foi pensado nos avós. A versão de Recuerdos de Ypacaraí, uma música paraguaia que eu e meu avô gostamos, me emocionou”, conta o noivo.

No cardápio, teve o risoto de ervas, prato mais pedido entre os convidados. “Queríamos algo aconchegante, estar ao lado dessas pessoas especiais. Aproveitando nossos familiares, reunindo os avós que estão com idade avançada e não sabemos quando será possível outro encontro como esse”, diz Giulian.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram

Os convidados ao lado dos noivos para a foto em família (Foto: Vicente Barros Fotografias)Os convidados ao lado dos noivos para a foto em família (Foto: Vicente Barros Fotografias)
Os convidados e a noiva dançaram no salão de festa (Foto: Vicente Barros Fotografias)Os convidados e a noiva dançaram no salão de festa (Foto: Vicente Barros Fotografias)
imagem transparente