13/02/2013 06:56

Quem são os “mulherões” das escolas de samba de Campo Grande

Ângela Kempfer
Luciene, musa da Vila Carvalho. (Fotos: João Garrigó)Luciene, musa da Vila Carvalho. (Fotos: João Garrigó)

Para os desavisados que não vão ao desfile das escolas de samba de Campo Grande por achar que só tem gente feia, o Lado B fez uma seleção de mulheres com corpo de fazer marmanjo chorar.

Com pouca roupa, mas uma postura incrível, as rainhas e musas de bateria sambam como a função exige e muitas têm uma beleza de dar vergonha.

Em uma cidade considerada conservadora, chata e sem vocação aparente para o Carnaval, sair com tudo a mostra exige o corpão perfeito, dizem as meninas, vantagem para quem assiste.

“Aqui as pessoas são preconceituosas, por isso não dá para fazer feio. Tem que estar linda, com tudo 100%, senão o povo fala mal”, reclama Roseany Amorim, a madrinha da bateria da Catedráticos do Samba.

A musa da escola, Maísa dos Santos, lembra que aparecer quase sem roupa pela primeira vez foi mais complicado. O segredo da manicure que vira destaque durante o Carnaval é ir diminuindo as peças a cada desfile, mas o apoio da comunidade também conta. “Eu vivo em um bairro onde as pessoas valorizam o samba, então isso tudo é algo normal”.

A telefonista Elisangela Ribeiro conhece os dois lados de um desfile, com muita roupa na função de porta-bandeira da Deixa Falar e com pouquíssima à frente da bateria da Unidos do Cruzeiro. A madrinha tem postura invejável e dedicação verdadeira às duas agremiações que representa. “Torço com o coração pelas duas. O que mais vale é a dignidade do desfile”.

A produção de quem surge como beldade da campeã Vila Carvalho é de deixar concorrente sem graça. São 5 quilos de fantasia reluzente, com acabamento impecável. As eleitas são a rainha Silvia Porto e a musa Luciene Matos. A primeira tem dois filhos e um corpão de garota de 18.

A segunda enfrentou uma cirurgia no joelho e ficou longe da escola no ano passado, mas volta com a mesma beleza. “É a minha casa, felicidade é pouco”, diz.

Com muito mais roupa, também há integrantes que desfilam só por diversão e também são dignas de fotos. Mas nem é preciso escrever muito, mostrar é bem mais interessante.

Silvia Porto, corpão perfeito na avenida.Silvia Porto, corpão perfeito na avenida.
Destaque da Vila CarvalhoDestaque da Vila Carvalho
Integrante da Vila Carvalho.Integrante da Vila Carvalho.
Dançarinas do grupo Tawanda.Dançarinas do grupo Tawanda.
Madrinha de bateria da Catedráticos do Samba.Madrinha de bateria da Catedráticos do Samba.
Quem são os “mulherões” das escolas de samba de Campo Grande
Quem são os “mulherões” das escolas de samba de Campo Grande
imagem transparente