13/02/2019 15:06

Após temporais, moradores devem se cadastrar para receber avisos

As chuvas intensas foram provocadas pela chegada de uma frente fria em Mato Grosso do Sul

Guilherme Henri
Agente da Defesa Civil em sala de monitoramento (Foto: Divulgação)Agente da Defesa Civil em sala de monitoramento (Foto: Divulgação)

Após os estragos provocados pela chuva de ontem (12) e desta madrugada, a Defesa Civil pede que os sul-mato-grossenses se cadastrem no sistema de alerta do órgão para se manterem informados quanto às previsões da meteorologia, entre outros cuidados diante de temporais.

Além disso, é recomendado que a população tenha o hábito de acompanhar a previsão da meteorologia, pois as informações “podem ajudar a se proteger de eventuais desastres que possam ocorrer no Estado”.

O coordenador estadual do órgão, tenente-coronel Fábio Santos Coelho Catarinelli, explica que as chuvas intensas foram provocadas pela chegada de uma frente fria ao Estado.

No entanto, mesmo diante de tantos estragos, tempestades até meados de fevereiro são comuns. “Ainda estamos dentro da média histórica de chuvas para o período”, pontuou.

Além disso, ele reforçou que toda a situação meteorológica entre terça e quarta-feira foi avisada via mensagens aos moradores que se cadastraram. Na terça-feira, os municípios de Coxim, Paranaíba e Miranda – com foco nestes dois últimos– registraram áreas de alagamentos. Nesta quarta, vários bairros de Campo Grande registraram problemas devido aos temporais. Na Vila Popular, por exemplo, houve alagamentos.

Avisos – O coordenador pede que a população para enviar uma mensagem de texto para o número 40199, com o CEP de sua residência para fazer o cadastro. Na sequência receberá a mensagem de cadastro e passa a ser informada dos próximos alertas da Defesa Civil e orientações de como proceder diante de determinadas situações de risco.

Nesta quarta, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) expediu alerta, válido até as 6h de quinta (14), quanto ao risco de chuvas entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia, bem como de ventos entre 40 e 60 km/h em 31 municípios do Estado. Há chances, embora pequenas, de ocorrência de danos.

O aviso vale para Campo Grande e os municípios de Água Clara, Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Brasilândia, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dois Irmãos do Buriti, Figueirão, Inocência, Jaraguari, Paranaíba, Paraíso das Águas, Pedro Gomes , Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Santa Rita do Pardo, Selvíria, Sonora, São Gabriel do Oeste, Terenos e Três Lagoas.

imagem transparente