25/04/2019 12:45

Servidores da Assembleia fazem acordo para reajuste salarial de 3%

Servidores vão receber 2% na data-base e mais 1% incorporado em outubro, além de auxílio-alimentação

Leonardo Rocha
Presidente da Assembleia, Paulo Corrêa (PSDB), ao lado dos representes dos servidores do legislativo (Foto: Assessoria/ALMS)Presidente da Assembleia, Paulo Corrêa (PSDB), ao lado dos representes dos servidores do legislativo (Foto: Assessoria/ALMS)

Os servidores da Assembleia Legislativa fizeram acordo com a mesa diretora, para o reajuste salarial de 3% neste ano, tendo a reposição de 2% na data-base, além de mais 1% que será incorporado aos vencimentos dos funcionários em outubro.

O presidente da Assembleia, o deputado Paulo Corrêa (PSDB), disse que houve a apresentação de um balanço financeiro da instituição, sobre quais eram as possibilidades do reajuste, assim como atendeu algumas reivindicações, como auxílio-alimentação no valor de R$ 200,00, porque foi fechado o restaurante do legislativo.

“Apresentamos ao sindicato um balanço financeiro e, dentro das nossas possibilidades orçamentárias, propusemos os índices”, disse Corrêa. O presidente do Sisal-MS (Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa de MS), João Moreira, disse que o acordo foi para ambos os lados.

“Muitos servidores têm o salário de R$ 2 mil, isso significa que terão um ganho real de 10%. Entendo como uma grande vitória a implantação do auxílio-alimentação”, ponderou. Ele também adiantou a criação de um banco de horas e ainda a colocação de quem vai se aposentar neste ano no PAI (Programa de Aposentadoria Incentivada).

imagem transparente