A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/01/2013 20:23

Mapa da produção de soja e milho, Rally da Safra começa nesta terça por MS

Nícholas Vasconcelos e Helton Verão
Equipes vão percorrer 11 Estados do País para analisar produção de grãos. (Foto: João Garrigó)Equipes vão percorrer 11 Estados do País para analisar produção de grãos. (Foto: João Garrigó)

Principal levantamento técnico privado da produção nacional de soja e milho do Brasil, o Rally da Safra começa nesta terça-feira (29) a partir de Mato Grosso do Sul para diagnosticar a situação da produção dos dois principais grãos do País. A expectativa é de as 11 equipes percorram 60 mil km em 11 Estados do País.

Até o fim da expedição, devem ser percorridos 99% das plantações de soja e 80% das de milho, colhendo 1,3 mil amostras da produção desses grãos.

“O levantamento traz segurança para o produtor, do que ele poderá planejar.”, comentou o coordenador da equipe 1, Fábio Meneghin. O pessoal liderado por ele vai percorrer as lavouras de MS e também do Paraná até o dia 2 de fevereiro.

Segundo Meneghin, a previsão de safra para este ano em Mato Grosso do Sul é de 5,86 milhões de toneladas, o que é 26,5% maior que a do ano passado quando foram colhidos 4,63 milhões de toneladas.

 

Presidente da Famasul, Eduardo Riedel, vê melhora da situação do produtor. (Foto: João Garrigó)Presidente da Famasul, Eduardo Riedel, vê melhora da situação do produtor. (Foto: João Garrigó)

A revisão de produção é abaixo do que o divulgado pela Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) no início do mês, que previa uma produção total de 6 milhões de toneladas.

Para os envolvidos na expedição, a explicação são as chuvas irregulares que prejudicaram o desenvolvimento das lavouras super precoces no Sul do Estado. Essas mesmas chuvas beneficiaram as plantações precoces e tardias.
Para todo Brasil, a previsão do Rally é de 83,95 milhões de toneladas para a safra 2013.

Este é o 10º ano que a expedição percorre as terras sul-mato-grossenses para conferir a participação de transgênicos, perdas da colheita, condições de armazenamento e escoamento da produção, além de níveis de fertilidade do solo e outros aspectos da produção.

Na avaliação de todos os envolvidos, produtores e técnicos, as condições melhoraram muito, mas as estradas ainda deixam muito a desejar.

“A capacidade melhorou muito, as condições do Governo também. Apesar de devagar, o Brasil caminha e as coisas estão acontecendo”, disse Eduardo Riedel, presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul). Ele considera a iniciativa do rally positiva, já que repassa aos produtores e setor público situação da safra.

Cultura de soja e milho cresce enquanto arroz, feijão e trigo ficam estagnados
As lavouras brasileiras de soja e de milho têm registrado avanços sucessivos de produtividade, a ponto de gerar excedentes para exportações equivalen...
MPF cobra adoção de monitoramento eletrônico de aeronaves agrícolas
O MPF (Ministério Público Federal) recomendou à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) que apresente, no prazo de 60 dias, um cronograma de ações p...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions