A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/01/2013 19:46

Acordo libera produtores do pagamento de royalties da soja em 2012 e 2013

Nícholas Vasconcelos
Acordou liberou cobrança de direito de uso de tecnologia RR1 em MS. (Foto: Rodrigo Pazinato)Acordou liberou cobrança de direito de uso de tecnologia RR1 em MS. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Os produtores rurais de Mato Grosso do Sul estão isentos de pagar royalties da soja RR1 da multinacional Monsanto nas safras de 2012 e 2013. O acordo firmado pela CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) com a multinacional abrange também os produtores Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins, que correspondem a 70 % da produção nacional de soja.

A variante com a tecnologia RR1 torna as sementes resistentes aos herbicidas à base de glifosato. Com base no acordo, todos os produtores que aderirem individualmente ao acordo terão quitados seus débitos referentes ao uso desta tecnologia.

Segundo a presidente da CNA, senadora Kátia Abreu (PSD), o acordo foi firmado após ampla discussão é justo e atende às necessidades dos produtores de soja.

O comunicado público, assinado nesta quarta-feira (22) entre a CNA e a Monsanto, as entidades que participam desse entendimento concordam em trabalhar em conjunto “para viabilizar a aprovação de tecnologias que possam ser aplicadas no Brasil e que resultem na expansão das exportações brasileiras para mercados internacionais”.

Para a CNA e a Monsant, o o acordo fortalece o caminho para a introdução de novas tecnologias para a soja. O acordo é o reconhecimento dos direitos de propriedade intelectual sobre tecnologias aplicáveis na agricultura e a remuneração devida aos detentores dessas tecnologias, além da introdução de melhorias no sistema de cobrança pelo uso da tecnologia não paga antecipadamente.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions