A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017

24/01/2011 20:37

Agraer e Iagro contabilizarão estragos de percevejo castanho em MS

João Humberto

A Agraer (Agência de Desenvolvimento Rural) e a Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) vão elaborar um laudo técnico para quantificar os prejuízos causados pelos ataques de percevejo castanho nas pastagens da região Norte e parte do Pantanal de Mato Grosso do Sul.

Nesta tarde, a Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) convocou os dois órgãos para explanar um pouco sobre os estragos, bem como solicitar o laudo. A reunião aconteceu na Casa Rural.

Conforme técnicos e especialistas da Agraer, que já conferiram in loco as regiões afetadas, uma das principais causas da destruição das pastagens é consequente de adversidades climáticas.

Para o engenheiro agrônomo e assessor técnico da Famasul, Lucas Galvan, a estiagem somada à baixa umidade e as altas temperaturas são fatores que contribuem com a proliferação de pragas como o percevejo castanho. Ele aponta que também foi constatada grande quantidade de cupins, nematóides e outros insetos e fungos na região.

Foi ele quem fez o alerta sobre os prejuízos à Famasul, em dezembro do ano passado. A federação encaminhou à Seprotur (Secretaria de Desenvolvimento, de Produção e Turismo) um ofício solicitando a elaboração de laudo técnico por meio da Agraer (Agência de Desenvolvimento e Extensão Rural).

Por meio do laudo, serão consultadas as estações meteorológicas de cada município afetado. A finalidade é fazer levantamento das condições climáticas que causaram a destruição das pastagens.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions