A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/12/2015 16:20

Agricultor de MS produz 127 sacas de soja por hectare; 77 a mais que a média

Priscilla Peres
Fazenda de soja está localizada em Ponta Porã e desafio foi aplicado em três hectares. (Foto: Comunicação CESB)Fazenda de soja está localizada em Ponta Porã e desafio foi aplicado em três hectares. (Foto: Comunicação CESB)

Um agricultor de Ponta Porã conseguiu produzir 127,17 sacas de soja por hectare, com a ajuda de um consultor técnico dentro do Desafio Nacional de Máxima Produtividade da Soja, realizada pela CESB (Comitê Estratégico Soja Brasil). As inscrições para quem quer participar dentro da atual safra seguem até 15 de janeiro de 2016.

O produtor rural Arthur Exley Edwards, proprietário da Fazenda Jaguarundy, contou com a ajuda do agrônomo e consultor técnico, Antônio Cavicchioli Pereira Neto para atingir o patamar de 127 sacas por hectare. O resultado está bem acima da média estadual que é de 50 sacas por hectare.

A técnica para aumentar a produtividade foi aplicada em uma área de três hectares. “Nossa produtividade na área comercial foi de 67 sacas por hectare, muito aquém do que podemos incrementar. Neste ano, todo o trabalho desenvolvido nos três hectares inscritos no Desafio do CESB, será aplicado em 100% da lavoura, um total de dois mil hectares”, detalha Pereira Neto, ao afirmar que os custos da ação compensam.

Eles venceram o Desafio Nacional e ganharam uma viagem técnica aos Estados Unidos. Para esta safra o intuito é inscrever mais de uma área. “Revisamos o nosso programa de adubação no solo e principalmente foliar e constatamos ganhos na fase de enchimento e no peso do grão, além de atingirmos a produtividade esperada”, pontua o agrônomo, ao abrir a planilha que indica investimento de R$ 30 por hectare de soja produzida.

Pereira Neto administra cerca de 40 propriedades que somam 30 mil hectares. Ele quer superar as 127 sacas, mas para isso, depende da colaboração climática, uma vez que a região Sul de Mato Grosso do Sul está com chuvas abundantes, enfrentando inclusive áreas alagadas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions