A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

14/07/2018 10:27

Aumento na disponibilidade faz preço do algodão cair 8,69% em MS

Segundo a Ampasul, a arroba foi de R$ 115 para R$ 105 seguindo uma tendência nacional com redução no índice Cepea/Esalq

Ricardo Campos Jr.
Máquinas colhendo algodão nesta semana em Mato Grosso do Sul (Foto: Robson Carlos dos Santos)Máquinas colhendo algodão nesta semana em Mato Grosso do Sul (Foto: Robson Carlos dos Santos)

O preço do algodão em Mato Grosso do Sul despencou 8,69% durante a semana. Segundo a Ampasul (Associação Sul-mato-grossense dos Produtores de Algodão), a arroba do produto passou de R$ 115 para R$ 105 no estado seguindo uma tendência nacional.

De acordo como o diretor-executivo da entidade, Adão Hoffmann, existe um indicador chamado Cepea/Esalq que baliza as cotações e teve baixa no último dia 11, “o que afeta todo o mercado nacional”, comentou ao Campo Grande News.

Pesquisadores afirmaram ao portal Agrolink que foi o aumento na disponibilidade do algodão em decorrência da colheita que puxou os preços para baixo. O indicador do algodão em pluma com pagamento em 8 dias caiu 5,25%, fechando a R$ 3,4141.

Entretanto, Adão afirma que mais de 70% da safra prevista em Mato Grosso do Sul já foi vendida antecipadamente. A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) estima produção em 54,6 mil toneladas este ano, das quais metade deve ser enviada ao exterior.

Para o ciclo 2018/2019, o diretor-executivo da Ampasul espera aumento de 12% a 15% nos custos de produção em dólar em função das variações na moeda norte-americana.

Plantação de algodão na região norte do estado com detalhe, ao fundo, das plumas que já foram colhidas (Foto: Robson Carlos dos Santos)Plantação de algodão na região norte do estado com detalhe, ao fundo, das plumas que já foram colhidas (Foto: Robson Carlos dos Santos)

No último levantamento divulgado pela entidade, 20% da produção já havia sido colhida no estado e os trabalhos continuam principalmente na região norte do estado, que concentra maior parte da área plantada.

A Conab estima que a produção de algodão em pluma no ciclo 2017/2018 seja de 54,6 mil toneladas, aumento de 11,2% em relação à safra anterior. Já o algodão em caroço terá um incremento de 7,1% nos resultados, passando de 124,4 mil toneladas em 2016/2017 para 133,2 mil toneladas.

Houve também um incremento na produtividade, ainda de acordo com a Conab, que saltou de 4.350 quilos por hectare no ciclo 2016/2017 para 4.440 no plantio atual, o que corresponde a uma alta de 2,1%.

Prazos - O vazio sanitário do algodão começa no dia 15 de setembro e vai até 30 de novembro pra os produtores de Água Clara, Alcinópolis, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste e Sonora.

Já nos municípios de Campo Grande, Sidrolândia e Maracaju o período vai de 1º de agosto a 15 de outubro. Nas demais localidades, o intervalo nas plantações será entre 15 de junho e 30 de agosto.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions