A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/03/2011 19:27

Chuva acaba com supersafra de soja de MS

Paulo Fernandes

Perda pode chegar a 1 milhão de toneladas.

Puccinelli concedeu entrevista nesta quarta-feira sobre estragos causados pela chuva (foto: Rachid Waqued/Noticias.MS)Puccinelli concedeu entrevista nesta quarta-feira sobre estragos causados pela chuva (foto: Rachid Waqued/Noticias.MS)

As chuvas dos últimos dias mandaram para o ralo a previsão da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) de colheita de 5,6 milhões de toneladas de soja em Mato Grosso do Sul, que já vinha sendo chamada de “supersafra”.

“Se chegar a 5 toneladas, eu dou um beijo na careca de São Pedro”, afirmou o governador André Puccinelli, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, na sede do Poder Executivo. “A super safra já não existe”, lamentou.

Segundo Puccinelli, existe previsão de perda de até 1 milhão de toneladas de soja.

“A situação não é boa”, confirmou a secretária Tereza Cristina Correa da Costa (Desenvolvimento Agrário, da Produção e Turismo).

Ela acrescentou que somente na segunda-feira será possível ter uma idéia do tamanho do prejuízo.

O governo do Estado já declarou emergência nas lavouras atingidas, com o objetivo de facilitar o acesso ao crédito para os agricultores e a renegociação dos débitos.

Além disso, os municípios de Bandeirantes, São Gabriel do Oeste, Maracaju e Rio Brilhante também estudam decretar estado de emergência por conta das perdas na safra.



Nos que moramos na cidade devemos ter mais respeito ao Produtor Rural, pois é ele que nos dá o nossos alimentos, nossas vestes,sapatos, (isto não aparecem do nada nos supermecados) imaginem se pararem de produzir um ano só. morremos de fome, o Governo Federal Tem criar um tipo de seguro viavel e com liquides imediata ao Produtor Rural.
João E de Mello
 
Joaõ E de Mello em 10/03/2011 04:18:07
É a natureza revoltada com o homen, o homen destrói a natureza por ganância, arrancam arvores de centenas de anos para terem mais terras livres para plantar e esquecem que dependem da chuva para as sementes geminarem e do sol para colherem, só que a chuva e o sol ja não é mais como antes, não se sabem quando é época de chuva, frio, verão o tempo esta doído, graças a destruição do planeta.
Quem planta soja deve respeitar mais as matas e o meio ambiente pois DEUS esta vendo o que vocês fazem e o castigo esta ai. Acordem sem respeito ao meio ambiente o planeta vai pegar fogo, já estamos no caminho.
 
Arlindo Silva em 10/03/2011 01:14:42
Como é possivel o cidadão investir seu capital na produção agrícola e ficar olhando pro céu, sujeito à falta e à sobra de chuva, sem um seguro agrícola? Que faz a CNA que não encara essa questão?
 
Valfrido m. Chaves em 09/03/2011 09:25:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions