A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/01/2015 16:41

Chuva chega a 17 milímetros e traz alívio para produtores de soja

Helio de Freitas, de Dourados
Lavoura de soja na região do Potreirito; chuva desta terça trouxe alívio para produtores (Foto: Divulgação)Lavoura de soja na região do Potreirito; chuva desta terça trouxe alívio para produtores (Foto: Divulgação)

Após vários dias de estiagem e altas temperaturas, voltou a chover forte nesta terça-feira em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Conforme a estação agrometeorológica da Embrapa Agropecuária Oeste, até às 16h a chuva acumulada era de 17 milímetros, o que equivale a 17 litros de água por metro quadrado.

A chuva calma começou por volta de 9h e segue durante a tarde, mas não houve registro de inundações no perímetro urbano, embora o volume de água que caiu hoje tenha sido mais da metade da quantidade acumulada nos 26 primeiros dias do mês – 26,8 milímetros.

De acordo com a estação da Embrapa, a chuva derrubou a temperatura de 33,8ºC registrada ontem para 23,1 graus nesta tarde. Os principais institutos de meteorologia, como Climatempo, Inpe/CPTEC e Inmet, indicam que a semana vai continuar chuvosa em Dourados.

Apesar de estar chovendo hoje em praticamente toda a região, o acumulado neste mês ainda está bem abaixo do volume histórico de janeiro, que é de 160 milímetros. Entretanto, a chuva traz alívio para os agricultores que plantaram a soja no final de novembro e ainda contam com muita umidade para enchimento dos grãos.

Na Linha do Potreirito, localizada entre os municípios de Dourados e Fátima do Sul, a soja ainda está totalmente verde e os produtores já temiam perdas ainda maiores. Hoje choveu pelo menos 10 milímetros naquela região.

Hoje de manhã, Bruno Tomasini, da Aeagran (Associação dos Engenheiros Agrônomos da Grande Dourados), disse ao Campo Grande News que a maioria das lavouras de soja na região ainda precisa de chuva para apresentar boa produtividade.

Ele não soube falar em percentuais, mas acredita que algumas perdas serão inevitáveis. A maior parte dessas lavouras começa a ser colhida só em meados de fevereiro.

O município plantou cerca de 160 mil hectares de soja na safra 2014/2015. Alguns produtores, que semearam a soja no final de setembro e não tiveram de replantar após a onda de calor da primeira quinzena de outubro, já iniciaram a colheita. Dourados é o quarto maior produtor de soja de Mato Grosso do Sul e na safra passada colheu 375 mil toneladas da oleaginosa.

Após atingir 17 milímetros até 16h de hoje, chuva deve continuar durante a semana (Foto: Eliel Oliveira)Após atingir 17 milímetros até 16h de hoje, chuva deve continuar durante a semana (Foto: Eliel Oliveira)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions