A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/06/2012 16:40

CMN reduz taxa de juros e amplia limite de crédito para agricultores

Luciene Cruz, da Agência Brasil

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (28) a redução de encargos financeiros e o aumento de limites de crédito para os agricultores. As medidas fazem parte do Plano Agrícola e Pecuário 2012/2013 lançado pelo governo federal que oferecerá R$ 115,2 bilhões para financiamento da produção agropecuária.

Do total anunciado, R$ 90 bilhões serão destinados para custeio e comercialização. O restante será para investimentos. A nova medida reduz os juros na taxa básica do juro de crédito da agricultura empresarial de 6,75% para 5,5% ao ano. Os recursos aumentaram 7,46% em relação ao Plano 2011/2012, que alcançou R$ 107,2 bilhões.

O CMN também estendeu o limite do beneficiário. O financiamento para cada produtor rural pode ser de até R$ 800 mil. O valor teve aumento de R$ 150 mil ante o limite anterior.

O conselho também aprovou ajuste no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), que teve redução de encargos, aumento de limites de crédito e alteração nos níveis de rebate na renda bruta do produtor para enquadramento no programa.

Para participar do Pronamp, o médio produtor teve a taxa de juros reduzida de 6,25% para 5% ao ano e o limite de financiamento passou de R$ 400 mil para R$ 500 mil.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions