A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/05/2014 09:45

CNA discute ataque de lagartas às lavouras de milho transgênico

Bruno Chaves
Representantes de agricultores discutiram o ataque de pragas às lavouras na quinta-feira (Foto: Divulgação/CNA)Representantes de agricultores discutiram o ataque de pragas às lavouras na quinta-feira (Foto: Divulgação/CNA)

Preocupada com o ataque de lagartas às lavouras de milho transgênico, a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) reuniu, nesta quinta-feira (15), comissão para discutir a resistência da cultura às pragas.

Conforme a entidade, agricultores do País se queixam da ineficácia do milho transgênico, o Bt, que, segundo o UOL Economia, incorpora por meio de engenharia genética uma toxina da bactéria Bacillus thuringiensis com ação inseticida.

O assunto foi discutido em reunião da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA. Para o presidente do colegiado e da Federação da Famato (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso), Rui Prado, o milho Bt não correspondeu as expectativas e não atingiu os resultados esperados.

Prado avaliou que ainda não é possível quantificar o prejuízo, mas afirmou que a classe produtora esperava um milho mais resistente às pragas. O presidente da comissão ainda explicou que o colegiado ouvirá relatos de outros agricultores para reivindicar medidas que minimizem os danos do setor.

Uma das ações estudadas pela CNA que poderia reverter a situação diz respeito ao refúgio, que significa usar uma parte da lavoura de milho híbrido sem a tecnologia Bt, o que poderia ajudar a diminuir a proliferação de insetos resistentes à variedade.

Plano Agrícola e Pecuário – Outro tema discutido no encontro foi o Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015, que será anunciado na próxima semana pela presidente Dilma Rousseff.

O secretário de Política Agrícola do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Seneri Paludo, ouviu as reivindicações dos produtores para o próximo plano e, sem entrar em detalhes, fez um relato das negociações em torno das medidas.

“Teremos mais um plano forte, que atenderá às demandas do setor”, revelou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions