A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/08/2015 10:32

Com dólar alto, produzir soja em MS está 14% mais caro na safra 2015/16

Priscilla Peres
Pesquisador analisou três tipos de soja cultivadas no Estado. (Foto: Embrapa)Pesquisador analisou três tipos de soja cultivadas no Estado. (Foto: Embrapa)

Cultivar soja em Mato Grosso do Sul está em média 14% mais caro. Estudo de Viabilidade econômica da cultura desenvolvido pela Embrapa Agropecuária Oeste, mostra que em três variedades do grão os custos da produção subiram para o produtor na safra 2015/2016.

O pesquisador Alceu Richetti analisou os custos de produzir três tipos de soja, a convencional, a transgênica RR1 (primeira geração da soja transgênica - Roundup Ready) e a transgênica RR2 (segunda geração da soja transgênica - Roundup Ready). Dentre elas, a terceira foi a que teve menor aumento, 13,6%.

Porém, ele explica que são analisados também a quantidades de insumos, as operações agrícolas, a gestão da propriedade, assim como as produtividades, os ganhos obtidos com essa produção e a eficiência produtiva. Dessa forma, em termos de eficiência, a soja RR1 tem ligeira vantagem sobre a soja convencional e a soja RR2.

"Em relação à safra 2014/2015, o custo de produção da safra 2015/2016 verificado mostra aumento de 14,4% para a soja convencional, de 14% para a soja RR1 e de 13,6% para a soja RR2, o que leva o produtor a desembolsar mais dinheiro para conduzir a atividade", explica Richetti.

Especialista afirma que é preciso planejar a atividade para evitar prejuízo. (Foto: Divulgação)Especialista afirma que é preciso planejar a atividade para evitar prejuízo. (Foto: Divulgação)

Previsto – Em abril deste ano, durante encontro e avaliação da safra da soja 2014/2015, os pesquisadores estimavam aumento de 30% nos custos da produção do grão, isso devido principalmente a variação cambial. "Apesar da valorização do dólar, esse aumento total previsto no custo não ocorreu", destaca Alceu.

Para minimizar o impacto desse aumento, o especialista ressalta a importância do planejamento da atividade rural e explica que "o produtor deve anotar detalhadamente tudo o que for investido, pois somente assim poderá calcular corretamente o seu custo de produção. Esses dados precisam estar organizados para o sucesso da atividade no longo prazo".

Outra dica é pesquisar os de preço dos insumos que serão utilizados. "O orçamento pode ser feito com base no princípio ativo dos produtos utilizados e não somente com olhar voltado para marca. Existem produtos similares de qualidade e que muitas vezes são mais baratos". Ficar de olho nos preços da soja no mercado de futuro também pode ajudar o agricultor.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions