A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

06/07/2017 13:26

Com juros mais baixos e valor recorde, Plano Safra terá R$ 94,5 milhões

Renata Volpe Haddad
Recursos da Caixa Econômica do Plano Safra foram apresentados para o setor rural, nesta quinta-feira (6). (Foto: Marcos Ermínio)Recursos da Caixa Econômica do Plano Safra foram apresentados para o setor rural, nesta quinta-feira (6). (Foto: Marcos Ermínio)

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira (6) a quantia de R$ 94,5 milhões para o Plano Safra 2017/2018. O valor é 350% maior com relação a safra passada, quando foram disponibilizados R$ 21 milhões.

Com maior valor disponibilizado aos produtores rurais, a taxa de juros caiu um ponto percentual, passando para 8,5% e 7,5% para o Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural).

Outra mudança anunciada é que será liberado R$ 3 milhões por plano safra para cada CPF (Cadastro de Pessoa Física). Antes, era liberado até R$ 1,5 milhão por pessoa por trimestre.

De acordo com o diretor executivo do banco, Márcio Ricalde, a Caixa pretende atingir esse valor de R$ 94,5 milhões e se tiver muita demanda, há possibilidade de aumentar a quantia disponível para o Estado. "Foram liberados R$ 10 bilhões nacionalmente e esse valor é conforme a demanda de cada Estado. Se houver muita demanda nesse trimestre por parte dos produtores de Mato Grosso do Sul, poderemos direcionar mais recurso", informa.

Ainda segundo Ricalde, a Caixa Econômica opera há três anos com o Plano Safra e ainda tem poucos clientes, sendo que a ideia é aumentar em 350% o valor disponibilizado na safra passada. "Isso não é um limitador e sim um desafio. Houveram mudanças interessantes, com redução da taxa de juros que ajuda o produtor e também o volume tem que ser 100% para custeio, tanto agricultura quanto para pecuária", explica.

Os projetos já podem ser enviados para aprovação da Caixa, sendo que o valor de até R$ 500 mil, pode ser disponibilizado em até 48 horas. São disponibilizados 54% de recursos para a soja; 19% para a pecuária e 11% para produção do milho.

Valor do Plano Safra é 350% maior que no ano passado. (Foto: Marcos Ermínio)Valor do Plano Safra é 350% maior que no ano passado. (Foto: Marcos Ermínio)

Setor - O presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS), Maurício Saito, esteve presente no lançamento do Plano Safra e afirmou que o setor tem peculiaridades e precisa de agilidade em liberação de crédito.

"Não temos a possibilidade de aguardar a burocracia de banco. É preciso que o banco entenda que o setor trabalha com a questão de tempo, temos tempo para plantar e colher. Precisamos de uma atenção voltada também para a construção de armazéns, já que o Estado não tem muitos armazéns e este ano somos recorde em produção de milho e soja", relata.

Para o secretário da Semagro (Secretaria de Produção e Agricultura Familiar de MS), Jaime Verruck, o Banco do Brasil era o único que oferecia recursos para o Plano Safra e com a Caixa, os produtores têm mais opções. "Essa concorrência é boa para economia e também para os produtores na área de crédito rural. A Caixa não pode errar e tem que chegar em um nível de excelência para dar todo suporte aos produtores", diz.

Plano Safra disponibiliza R$ 190 bilhões para produtores a partir de amanhã
A partir de amanhã (03), produtores rurais poderão contratar recursos do plano safra. Este ano foram disponibilizados R$ 190,25 bilhões destinados a ...
Caixa começa a liberar crédito do Plano Safra na próxima semana
A Caixa Econômica Federal informou hoje (29) que disponibilizará mais de R$ 10 bilhões para o ano safra 2017/2018, que começa em 1º de julho. O crédi...
Queda de juros no novo Plano Safra atrai pequenos produtores
Com a reformulação do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) e queda dos juros de 5,5% para 2,5% ao ano, a estimativa d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions