A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

30/10/2013 18:33

Contra invasões, produtores acampam em ponte que liga Japorã a Iguatemi

Filipe Prado
Produtores criam página em rede social para informar sobre a manifestaçãoProdutores criam página em rede social para informar sobre a manifestação

Cerca de 100 produtores estão acampados na ponte que liga Japorã a Iguatemi. Eles querem acabar com as invasões de indígenas nas propriedades que ficam no interior do estado. 14 propriedades foram invadidas no município de Japorã, são 9.460 mil hectares invadidos.

Os produtores aderiram ao movimento “Confisco NÃO”, mobilizado em uma página do Facebook. Onde eles irão acampar na ponte no limite das cidades, para reivindicar os direitos como produtores. “Queremos mostrar que estamos aqui. Estamos para exigir o recuo dos índios. Não somo contra eles, mas sim contra as invasões”, relata a advogada e produtora rural Luana Ruiz, 30 anos.

Ela comenta que desde 1998 sua propriedade foi invadida por indígenas e mesmo com nove ordens de reintegração de posse, eles continuam lá. “Eles são audaciosos, prometem e cumprem, se eles disseram que vão invadir, é porque eles vão”, comenta a advogada.

Luana relata que já são 26 municípios que enfrentam problemas com invasões, aqui no estado. Então eles resolveram se unir. “Os produtores do Conesul (que atinge oito municípios do estado: Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Mundo Novo, Naviraí, Sete Quedas e Tacuru), que aderiram, virão até a ponte e no final de semana chegará um ônibus de Santa Catarina e um do Paraná. Temos que unir o Brasil”.

Caso a manifestação, que segundo ela é pacifica, não resolva, eles tentarão se defender das invasões. “A guerra é uma só. Unimos os produtores do Brasil contra a irresponsabilidade do governo. Não vamos admitir que nossas áreas sejam invadidas pelos indígenas”, comenta a produtora Luana.




CADA INVASAO DE TERRA PELOS INDIOS "SAO TODOS BRASILEIROS E DEVEM RESPEITAR A LEI COMO TODO CIDADAO QUE TEM TITULO DE ELEITOR" .
É UM GOLPE NO PEITO DO PRODUTOR RURAL ESTAMOS TRISTES E SOLIDARIOS COM NOSSOS AMIGOS ATINGIDOS PELA ONDA DE IRRESPONSABILIDADE DESTE GOVERNO.
 
bedson bezerra de oliveira em 01/11/2013 18:10:34
Quando propriedades privadas sao INVADIDAS E NAO OCUPADAS, quando nao ha cumprimento de ordem judicial, quando depredacoes e barbaries sao feitas e e nao acao efetiva por parte da lei e dos governantes, chamo de descaso por parte do governo federal, da justica, anarquia, irresponsabilidade sim!
 
Solange Subtil em 31/10/2013 10:14:53
é absurdo que produtores necessitem para suas safras ou cuidados no campo para defender nas estradas suas propriedades. Cade o Governo que prometeu resolver até 05 de agosto? Cade a indenização de Suia Missu entre outras com produtores embaixo de lona na beira da estrada ha 15 anos? Quem em sã consciência pode achar que este governo esta indo bem?
 
Miriam Correa em 31/10/2013 09:56:08
Produtores rurais estão abandonados pelo governo. Resta a força da união. Resta a certeza da legalidade de nosso pleito, que afinal é apenas por justiça e paz no campo.
 
Mônica Corrêa em 31/10/2013 07:49:28
Não é irresponsabilidade do governo. É uma orientação ideológica para disseminar o ódio e o conflito entre os brasileiros. Essa é uma cartilha demoníaca mais que conhecida e que comanda a Funai.
 
Valfrido M. Chaves em 30/10/2013 20:17:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions