A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017

27/02/2009 08:46

De fora das exportações, MS pede visita de chilenos

Redação

De fora da lista de sete Estados que foram reabilitados pelo Chile para exportar carne bovina, Mato Grosso do Sul espera receber no próximo mês uma visita de técnicos daquele País, com vistas à retomada do mercado.

A informação é do coordenador estadual do Sisbov (Serviço Brasileiro de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos ), Orasil Bandini. "Em dezembro os técnicos visitaram alguns Estados, mas não vieram a Mato Grosso do Sul. O Ministério da Agricultura está trabalhando para que eles venham em março", explica.

Antes da ocorrência de focos de febre aftosa em Eldorado, Mundo Novo e Japorã, em outubro de 2005, o Chile era o principal importador de carne bovina,segundo Orasil. Além do volume comprado, o País também investia em cortes nobres, o que significa que os negócios envolviam uma remuneração maior.

A Abiec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes) informou ontem que governo do Chile reconheceu os rebanhos bovinos dos Estados de Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Paraná como livres de febre aftosa. Agora falta informais quais as plantas frigoríficas habilitadas para exportar.

Após anos de embargo, no fim do ano passado Mato Grosso do Sul se reabilitou para exportar carne bovina in natura à Europa, outro importante mercado internacional. Porém, poucas propriedades estão habilitadas para vender o produto à Comunidade Européia. Duas missões estiveram no Estado no início deste ano, para verificar as ações desenvolvidas na ZAV (Zona de Alta Vigilância) e conhecer a rotina das propriedades rurais que estão aptas a exportar.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions