A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/09/2008 09:23

Defensivos elevam 17% custo para produzir soja

Redação

O custo da produção da soja em Mato Grosso do Sul na safra 2008/09 será 17% maior que na safra deste ano, segundo dados da Conab (Companhia Nacional de Agricultura e Abastecimento). Os defensivos e fertilizantes foram os principais responsáveis pela majoração, respondendo juntos por 56,6% do total de custos com os quais o sojicultor tem de arcar.

O levantamento da Conab mostra que na próxima safra, cujo plantio ocorre principalmente em outubro, o agricultor terá de desembolsar R$ 1.771,68 por hectare enquanto para esta safra foram R$ 1.511,56.

Os defensivos e fertilizantes respondem por R$ 1002,95 do total de custos apurados para a safra 2008/09, um valor 33% maior que na safra deste ano, quando foi preciso investir R$ 750,73 por hectare plantado nos produtos para combate a pragas e adubos.

O aumento dos preços de defensivos é o que sustenta a perspectiva do Banco do Brasil de emprestar 20% mais recursos para financiamento da próxima safra, atingindo R$ 1,2 bilhão.

Outra alta importante foi no preço da semente, que praticamente dobrou. O investimento em sementes por hectare passou de R$ 66,00 a R$ 120,00 de uma safra para outra.

O município tomado como base para determinação dos custos de produção da soja em Mato Grosso do Sul foi Chapadão do Sul.

Comparando os custos de produção e a cotação do grão no mercado há um empate. No ano passado o mesmo aconteceu.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions