A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/06/2015 12:48

Em 24h, seis fazendeiros registram boletim de ocorrência contra usina

Viviane Oliveira
A usina está tirando o sono dos moradores do pecuaristas da região. (Foto: divulgação) A usina está tirando o sono dos moradores do pecuaristas da região. (Foto: divulgação)

A crise entre proprietários rurais e a usina Odebrecht Agroindustrial, se agravou nos últimos dias, em Costa Rica, distante 305 quilômetros de Campo Grande. Nas últimas 24 horas, seis fazendeiros registraram boletim de ocorrência contra a empresa por causa da proliferação de mosca do estábulos ou mosca da vinhaça. Os pecuaristas estão revoltados com a situação e prometem fazer no fim de semana uma manifestação em frente à usina.

À polícia, os moradores relataram que antes da instalação da usina de etanol na região, incidência da praga ainda não havia sido registrada na cidade. Eles acreditam que a proliferação das moscas ocorrem em virtude do derramamento da vinhaça na palha de cana. Os casos foram registrados como difusão de doença ou praga na Delegacia de Polícia Civil do município.

A empresa - A Odebrecht Agroindustrial também registrou boletim de ocorrência em razão da possível manifestação, que pode ocorrer amanhã. A empresa julga como lamentável a situação e afirma que isso pode acarretar prejuízos para a empresa e funcionários. No dia 14 deste mês, um incêndio criminoso destruiu aproximadamente 10 mil hectares, entre cana-de-açúcar, áreas de reserva legal, lavouras e pastagens da usina. A Polícia Civil investiga o caso e já tem um suspeito.

Transtorno - A praga gera prejuízos econômicos nas cadeias produtivas da pecuária bovina e sucroalcooleira. Essas moscas têm como hospedeiros a maioria dos animais e a picada é dolorosa. Os insetos são atraídos por restos alimentares e pela vinhaça. Os ovos podem criar-se em palhas e restos de culturas, que permanecem no campo por algum tempo, principalmente se estes materiais estiverem fermentados ou umedecidos com urina e fezes de animais.



Esses fazendeiros são uns frouxos mesmo.
Tanto em Costa Rica, quanto em Aral Moreira e Amambaí... Já sabem que não vai acontecer nada para os infratores e invasores. Então, lei de Talião...
 
Barbarossa em 26/06/2015 13:19:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions