A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

24/07/2015 19:42

Energisa alerta para acidentes envolvendo rede elétrica durante colheita

Mariana Rodrigues

Em algumas regiões de Mato Grosso do Sul, a colheita do milho já começou, em Dourados - distante 233 km da Capital, por exemplo, a colheita teve início nesta semana, mas alguns produtores temendo as fortes chuvas atípicas para esta época do ano, devem iniciar apenas na semana que vem.

Mas não é só com o clima que os produtores devem se preocupar, os acidentes que ocorrem nas lavouras nessa época também devem ser motivos de alerta para o trabalhador rural. Cuidados na hora de conduzir o maquinário são necessários, mas também é importante se atentar com a rede elétrica durante o período de colheita e assim evitar acidentes.

Para que esse tipo de acidente, que pode colocar em risco a vida do trabalhador rural, seja evitado, a Energisa atenta para alguns cuidados que o trabalhador rural deve tomar para diminuir os riscos de acidentes envolvendo a rede elétrica e maquinários. Antes mesmo de começar a colheita, é importante que os trabalhadores observem a altura da máquina ou equipamento usado e se certificar que vai ficar a uma distância segura da rede elétrica.

Em caso de fios rompidos ou caídos no solo, é importante entrar em contato com a concessionária. E sempre procurar deixar as máquinas agrícolas estacionadas longe da rede elétrica.

É importante tomar cuidado com animais, caso sejam atingidos por cabo de energia, não deve ser removido antes de entrar em contato com a concessionária e se certificar que a energia foi interrompida e assim evitar mais acidentes.
No manuseio de máquinas agrícolas, é importante desviar dos cabos de aço que prendem os postes de energia ao chão. Esses cabos não devem ser retirados, por motivos de segurança.

Ainda para garantir a segurança, durante manobra de veículos ou equipamentos, carga e descarga de caminhões, o condutor deve manter a distância mínima de cinco metros de qualquer tipo de estrutura elétrica e três metros dos cabos.

Com relação as queimadas a céu aberto, se ocorrerem embaixo da rede elétrica podem comprometer as estruturas, provocar o rompimento de cabos e curto-circuito.

Ainda conforme a Energisa, a chave da rede elétrica não pode ser religada em casos de falta de energia. Esta atitude representa riscos à segurança no local e o autor pode responder criminalmente por este ato.

Energisa mapeia regiões e amplia fornecimento de energia em cidades do Estado
A concessionária de energia elétrica do Estado, a Energisa, tem desenvolvido ações para aprimorar o fornecimento em todas as regiões atendidas em 74 ...
Energisa leiloa 31 veículos em Campo Grande com lances a partir de R$ 7 mil
O Grupo Energisa vai leiloar 31 veículos de Campo Grande, para renovar a frota. O leilão acontece no dia 24 de junho, próxima quarta-feira, e os lanc...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions