A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/04/2013 16:41

Estabilidade nos Estados Unidos faz preço da soja cair 2,35% em MS

Nícholas Vasconcelos
Estado colheu uma safra de 6 milhões de toneladas no ciclo 2012/2013. (Foto: Rodrigo Pazinato)Estado colheu uma safra de 6 milhões de toneladas no ciclo 2012/2013. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A estabilidade na agricultura dos Estados Unidos já refletiu de maneira negativa no mercado de Mato Grosso do Sul, com uma queda de 2,35% no preço da saca de 60 kg no mês de abril na comparação com o mesmo mês do ano passado.

De acordo com levantamento da Famasul (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul) e da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), em abril de 2012 o produtor recebia R$ 49 pela saca, enquanto este ano o valor pago é de R$ 47,85.

A safra atingiu os 6 milhões de toneladas, 20% que o ciclo de produção do ano passado.

No ano passado, os Estados Unidos enfrentaram uma estiagem prolongada que refletiu nos preços do mercado brasileiro. No mês de setembro, a cotação do grão chegou a R$ 81,14 em Mato Grosso do Sul, preço considerado recorde.

Em Campo Grande e Dourados no mês de abril de 2012 a saca chegou a ser comercializada por R$ 52, mas com a estabilidade na produção norte-americana o valor caiu para R$ 47, uma redução de 10%.

Houve queda também nas regiões de Caarapó, Chapadão do Sul, Maracaju, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Sidrolândia.

Dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior), no primeiro bimestre de 2013 foram exportadas 96,5 mil toneladas de soja, volume 7,2% inferior ao registrado no mesmo período do ano passado. Naquela ocasião foram enviadas ao exterior 104 mil toneladas.

Apesar da retração no volume, houve aumento de 10,5% nos valores pagos pelas exportações. Elas passaram de US$ 48,3 milhões para US$ 53,4 milhões, com a China como principal compradora da soja sul-mato-grossense.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions