A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

22/10/2012 18:23

Exportações de carne in natura de MS crescem 64% em setembro

Nícholas Vasconcelos
Rússia e Irã são os principais compradores da carne in natura de MS. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)Rússia e Irã são os principais compradores da carne in natura de MS. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

As exportações de carne bovina in natura de Mato Grosso do Sul registraram aumento de 64% no mês de setembro, passando de 9,6 mil toneladas para 5,8 mil toneladas no mesmo período de 2011. Segundo a Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), o valor negociado foi de US$ 42,5 milhões, 40,3% a mais que os US$ 30,3 milhões vendidos em setembro do ano passado.

A Rússia aparece como principal compradora da carne sul-mato-grossense, com 4,1 mil toneladas e US$ 16,7 milhões. Em segundo lugar aparece o Irã, que comprou 1,1 mil toneladas a um custo de US$ 5,6 milhões.Para a Famasul, o mês de outubro deverá seguir o mesmo ritmo de crescimento nas vendas externas.

No mercado interno, os preços dos cortes da carne bovina no varejo tiveram elevação em função do aumento do consumo no período. Entre as carnes de primeira, o contrafilé teve reajuste de 16%.

Já a média dos preços comercializados da arroba do boi gordo e da vaca gorda no mês de setembro foram R$90,36 e R$82,77. No atacado, houve queda em 80% dos produtos, como o dianteiro do boi com osso que passou de R$ 5,40/kg para R$ 4,85/kg.

Também foi registrada diminuição de 12% em relação a agosto, quando foram abatidas 352,6 mil cabeças contra 309,4 mil no mês passado.

Os abates em setembro tiveram redução de 12% em relação a agosto. Foram 309,4 mil cabeças abatidas no mês passado e 352,6 mil cabeças em agosto desse ano. Em relação a 2011, houve aumento de mais de 29% já que em setembro do ano passado foram 239,8 mil cabeças abatidas.

No acumulado do ano, MS abateu 2,8 milhões de cabeças, índice 24% superior mesmo período do ano passado. Do total de animais abatidos, 1,4 milhão ou 42% são fêmeas.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions