A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/05/2012 17:01

Exportações de carne in natura do Estado batem US$ 44,1 milhões

Fabiano Arruda

As exportações de carne bovina in natura em Mato Grosso do Sul atingiu 9,1 mil toneladas em abril, receita de US$ 44,1 milhões. O número representa aumento de 150% em relação a abril do ano passado.

Segundo dados da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), 61,5% do que é exportado tem como destino a Rússia, o que representa 5,6 mil toneladas. O País é o maior comprador do produto do Estado.

“Tivemos um aumento no volume exportado da receita gerada, mas os resultados financeiros poderiam ter sido melhores. Isso porque a remuneração paga pela Rússia é inferior ao preço comercializado com o Irã", explica a economista e assessora técnica da Famasul, Adriana Mascarenhas.

Conforme dados divulgados pela federação, durante o ano passado, o preço médio praticado para a carne bovina in natura vendida para o Irã foi de 5,1 mil US$/tonelada, enquanto com a Rússia o valor verificado foi de 4,6 mil US$/tonelada, ou seja, 11% inferior.

“Investimento em qualidade para retomar negociações com outros países que pagam preços mais atrativos. Essa é a saída”, sugere a economista da Famasul para reverter a baixa.

Expectativa - Depois da alta recente do dólar, que passou da casa dos R$ 2, a expectativa é aproveitar a onda de alta cambial para alavancar ainda mais as exportações de carne de Mato Grosso do Sul.

Nos primeiros quatro meses do ano, o Estado exportou 32,7 mil toneladas, alta de 19% se comparada ao mesmo período do ano passado.

Do total, a Rússia aparece como compradora de 59%, seguido da China com 8% e do Chile com 7%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions