A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2019

28/12/2018 14:25

Falta de chuva leva à prorrogação do plantio de soja em Bodoquena e Miranda

O prazo regular de semeadura para a cultura terminaria em 31 de dezembro

Aline dos Santos
Plantação de soja em Mato Grosso do Sul. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Plantação de soja em Mato Grosso do Sul. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Numa medida excepcional, o governo do Estado prorrogou o período de plantio da soja em Bodoquena e Miranda. O período de semeadura para a cultura vai até 15 de janeiro de 2019 nos dois municípios. O prazo regular terminaria em 31 de dezembro.

“As chuvas no mês de dezembro não foram expressivas e aquela região sofreu com esse déficit hídrico. Acreditamos que mais quinze dias devem ser suficientes para que todos consigam concluir o plantio”, afirma o titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck.

A ampliação do prazo atende pedido do Sindicato Rural dos dois municípios. Segundo Verruck, o governo do Estado atendeu a solicitação porque os produtores já adquiriram os insumos para o plantio do grão e poderiam ter prejuízo. A resolução com o novo prazo foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial do Estado.

A escassez de chuva em regiões de Mato Grosso do Sul deve ser responsável pela quebra de 8% a 10% na safra de soja do biênio 2018/2019, anteriormente prevista em 10 milhões de toneladas. Em alguns municípios, principalmente na região Sul do Estado, as perdas chegaram a 50% da produção estimada.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions