A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/10/2013 14:20

Famasul convoca reunião com produtores para discutir demarcação de terras

Bruno Chaves

Produtores rurais de Sidrolândia e de Dois Irmãos do Buriti se reúnem, nesta sexta-feira (25), com a Famasul (Federação de Agricultura e Agropecuária de Mato Grosso do Sul) para conversarem a respeito das 19 condicionantes estabelecidas pelo STF (Supremo Tribunal Federal) na demarcação da Reserva Raposa Serra do Sol (RR) e que podem ser usadas nas demais demarcações pelo País, inclusive em Mato Grosso do Sul.

O prazo dado pelo Governo Federal para uma decisão final sobre a posse de mais de 17 mil hectares da Reserva Buriti, localizada em Sidrolândia, se esgota no final de novembro desse ano. Até o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, esteve em Campo Grande para prometer uma solução para o conflito que envolve indígenas e produtores do interior do Estado.

“Nós estamos aguardando a apresentação dos preços e da forma de pagamento das terras para ver se aceitamos ou não a proposta do Governo Federal. Se o governo é sério, vão trazer uma solução para o conflito”, disse o produtor Vanti Vari, que é proprietário da Fazenda Cambará. Outros 30 produtores possuem fazendas na região.

O produtor está otimista em relação as ações do governo, mais ainda depois que o STF julgou os embargos de declaração referentes as terras de Roraima. “Isso deu mais legitimidade para comprar as terras dos produtores. Eles só não comprar se não quiserem atender aos índios”, afirma.

A reunião na Famasul ocorre às 14h30. Em entrevista a Agência Brasil, o presidente da Federação, Eduardo Riedel, disse que “o homem do campo precisa confiar na Justiça e a votação ajuda a construir a confiança no restabelecimento do ambiente de segurança jurídica para que ele possa produzir”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions