A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/03/2016 13:32

Feira apresenta tecnologias para estimular interação com o campo

Renata Volpe Haddad
Abertura da Dinapec reuniu produtores que em três dias, podem conferir as tecnologias disponíveis no mercado. (Foto: Marcos Ermínio)Abertura da Dinapec reuniu produtores que em três dias, podem conferir as tecnologias disponíveis no mercado. (Foto: Marcos Ermínio)

A abertura da 11º edição da Dinapec (Dinâmica Pecuária) aconteceu nesta quarta-feira (9) e durante três dias, vai apresentar mais de 40 tecnologias tendo como alguns propósitos o de aproximar os visitantes das novidades, promover a troca de informações e estimular a interação entre a pesquisa-extensão e o produtor.

Em parceria com a Famasul (Federação de Pecuária e Agricultura), a Embrapa Gado de Corte realiza a feira com temas dos roteiros tecnológicos que serão desenvolvidos durante três dias.

Segundo o chefe geral da Embrapa Gado de Corte, Cléber Oliveira Soares a edição deste ano tem um diferencial. "É uma área de 30 hectares com mais diversos temas tecnológicos voltados para a agricultura familiar, segmentos como pecuária e floresta, soja solteira, produção de leite, de gado de corte, entre outros", afirmou.

Para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a Dinapec é um grande evento para levar aos produtores, tanto grandes quanto pequenos, as inovações e tecnologias. "A feira realiza um trabalho de levar aos produtores as informações tecnológicas e temos um campo enorme para explorar se tivermos as junções da cadeia que estão hoje aqui presentes", alegou durante a solenidade.

Conforme o presidente da Famasul, Maurício Saito, se não fosse a comunidade científica, Mato Grosso do Sul não atingiria a excelência. "Somos referência de produtividade no país. A introdução de novas possibilidades como a brachiaria introduzidas pela Embrapa no fim da década de 1970, que fez com que nossas pastagens pudessem ter um acompanhamento regulado à tecnologia de produção, o que aumenta a produtividade", comentou.

De acordo com o diretor de transferência de tecnologia da Embrapa, Waldyr Stumpf Junior, a Dinapec tem uma particularidade diferente, pois é a oportunidade de mostrar o trabalho realizado. "Este é o momento em que mostramos nossos trabalhos que é inserido no mercado mundial e temos um grande compromisso de alimentar a população", afirmou.

A Dinapec começou hoje (9) e vai até sexta, dia 11, na sede da Embrapa Gado de Corte que fica na Avenida Rádio Maia, 830, no bairro Vila Popular. Com entrada gratuita, a organização espera receber nos três dias de feira mais de 2 mil visitantes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions