A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

21/06/2013 08:35

Fetagri diz que manifestação do MST é isolada, mas pode se estender

Leonardo Rocha

O coordenador da Fetagri - MS (Federação dos Trabalhadores na Agricultura MS), Adão de Souza Cruz, ressaltou que esta manifestação do MST (Movimento Sem Terra) na BR-163, próximo ao distrito de Anhanduí, trata-se de uma ação isolada e específica que visa “pressionar” o poder público para “agilizar” o assentamento na fazenda Nazaré.

De acordo com Adão, os movimentos sociais se reuniram ontem para avaliar a situação da reforma agrária em Mato Grosso do Sul e esperam ter respostas do governo federal em relação às reivindicações entregues ontem na Capital. “Passamos ao ministro Gilberto Carvalho, uma carta de recomendações e vamos aguardar a resposta”, explicou.

O coordenador da Fetagri ressaltou que caso não haja “encaminhamento” nas ações, os movimentos (sociais) irão articular ações em conjunto de invasões e manifestações pelo Estado. “Sabemos que muitas vezes a questão da terra só acontece após protesto, iremos estudar e planejar estas ações de acordo com a postura do poder público”, destacou ele.

Manifestação - O MST (Movimento Sem Terra) está realizando protesto desde as 6h na BR-163 próximo ao distrito de Anhanduí. Eles fecharam a via e já geraram um congestionamento de 12 km no local. De acordo com informações apuradas pela reportagem, a manifestação irá se estender por toda manhã em função do atraso da entrega do assentamento na fazenda Nazaré e da falta de infraestrutura disponível para o local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions