A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/01/2015 12:44

Governador pretende aumentar produção agropecuária e apoiar pequeno produtor

Caroline Maldonado e Leonardo Rocha
Governador vai priorizar produção agropecuária (Foto: Marcelo Calazans)Governador vai priorizar produção agropecuária (Foto: Marcelo Calazans)

Com equipe composta por nomes ligados ao agronegócio, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse, na manhã de hoje (7), que pretende aumentar a produção em todas as cadeias e para isso já articula parcerias com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu.

Em visita a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Reinaldo garantiu que o novo secretário de Produção e Agricultura Familiar será definido até a semana que vem. Por hora, assumiu a pasta o secretário de Governo e Gestão Estratégica e ex-presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Eduardo Riedel.

Reinaldo classificou a expansão da produção agrícola como de extrema necessidade para suprir necessidade interna de produtos, em especial hortifrutigranjeiros. O investimento na área inclui apoio ao pequeno produtor e tem foco na sustentabilidade, segundo o governador.

“Fizemos mudanças na estrutura do Governo, uma delas foi separar a Agricultura e Produção da Indústria e Comércio, pois queremos um desenvolvimento sustentável. O Eduardo terá um olhar para dentro do Governo, com uma gestão de planejamento. O Governo terá foco principalmente no pequeno agricultor com investimento e auxílio aos assentamentos e agricultura familiar”, detalhou Reinaldo.

O governador lembrou que o Estado importa 80% dos hortifrutigranjeiros e, por isso, tem como desafio produzir para consumo próprio. Além disso, destacou, Mato Grosso do Sul tem nove milhões de hectares de pastagens degradadas e problemas no trabalho de irrigação e até fundo perdido neste último setor.

“Faltam bons projetos. Nessas pastagens degradadas podemos aumentar o potencial do Estado. Iremos também fortalecer a produção de grãos com pesquisas no setor. O Governo federal também quer atenção ao pequeno produtor e assentamentos, que tiveram acesso a terra, mas estão sem condições de produzir, sem capacidade de sustentar a família”, disse.

Acompanhado também do diretor presidente da Agraer, Enelvo Felini, Reinaldo disse ainda que sua gestão dará continuidade no programa Leite Forte, pois falta leite para as indústrias do Estado e fortalecerá ainda a psicultura, para que os frigorífico deixem de trazer produtos de fora. “Vamos trabalhar com as colônias de pescadores e organizar o sistema produtivo”, disse.

Quanto a agricultura familiar, o governado afirmou que já está dialogando com as associações dos supermercados para compra dos produtos e o Governo irá contribuir fazendo compras públicas para escolas e penitenciárias.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions