A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/08/2009 06:55

Independência diz que não poderá pagar 100% a criadores

Redação

O grupo Independência se manifestou sobre a contraproposta feita pelo setor pecuarista, através da CNA (Confederação Nacional de Agricultura) e refutou a possibilidade de pagar 100% da dívida com a classe, que é de R$ 194 milhões.

" Pagar 100% à vista não é possível porque a empresa não tem o dinheiro " , disse o diretor-financeiro Tobias Bremer em entrevista ao jornal Valor Econômico. Ele alegou que o fluxo de caixa "tem que ser dividido com outros credores" para não haver desequilíbrio de tratamento.

Ele disse que a empresa usará recursos próprios para, em breve, reabrir a sétima de suas 13 unidades operacionais e que há " boa oferta " de linhas internacionais de crédito para a capitalização da companhia, que busca R$ 330 milhões no mercado. " Precisamos desse capital novo para pagar os pecuarista, ter capital de giro, recomeçar as unidades e gerar caixa para pagar a todos os credores " , disse Bremer.

A proposta feita aos pecuaristas era de pagar dívidas de até R$ 80 mil assim que o financiamento de R$ 330 milhões for contratado. Segundo Bremer, a proposta de recuperação judicial em vigor beneficia 64% dos pecuaristas e 95% dos demais fornecedores.

O diretor reitera que o crédito novo será a " fonte de pagamento " dos pecuaristas. A garantia para contratação seriam as plantas frigoríficas do grupo.

O Independência aguarda o próximo dia 15 para convocar a assembleia-geral dos credores e colocar o plano de recuperação em votação, o que deve ocorrer até meados de setembro.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions