A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/06/2015 17:28

Inovação no ganho de peso, pecuarista investe em técnica de granja para bovinos

Renata Volpe Haddad
Granja para bovinos é novidade em Mato Grosso do Sul. (Foto: Famasul/Divulgação)Granja para bovinos é novidade em Mato Grosso do Sul. (Foto: Famasul/Divulgação)

Tendo como parâmetro a tecnologia da suinocultura e baseando na eficiência alimentar, a fazenda São João, localizada em Dourados, distante 233 km de Campo Grande, associa a alternativa de nutrição de precisão com bovinos. O projeto ainda está sendo testado, e os resultados serão apresentados no próximo sábado (4).

Os bovinos são adaptados no pasto por um período de três a quatro semanas, com acesso natural ao cocho, sendo confinados posteriormente com uma dieta sem alimentos volumosos. Quem conta isso é o proprietário da fazenda, Rogério Goulart, que conheceu o processo em uma fazenda no Mato Grosso. “A essência do negócio vem do trabalho da suinocultura, baseado na eficiência alimentar e automação do sistema. Ao contrário do confinamento tradicional, é o boi que define quando e a quantidade que vai comer”, explica.

O módulo inicial tem capacidade para 80 animais, machos inteiros, e conta com apenas um colaborador. Segundo Goulart, com as novas instalações as demandas por mão de obra foram reduzidas. “Assim como a reposição de ração, que passou a ser feita uma vez a cada semana chegando até dez dias”, comenta.

No projeto piloto, os animais entram com 400kg de peso vivo e saem com 560kg. O ganho médio de carcaça é de 7,5 arrobas ao final de 115 dias, incluindo o período no cocho. A conversão alimentar é de 140kg de ração por arrobas produzidas a um custo médio de R$ 4,50 por dia.

Responsável pela nutrição adotada no projeto, o consultor Rogério Coan afirma que a receita desenvolvida por ele implica no fornecimento de proteico energético durante todo o ano. “Os lotes são avaliados e o suplemento é ofertado diariamente. A cada três meses os lotes e a composição nutricional dos capins são avaliados, permitindo os ajustes necessários na nutrição conhecida como de precisão”, explica.

O zootecnista Márcio Alves Roberto, diretor da Zoomix, explica que a produção foi chancelada por certificação ao mesmo tempo em que a equipe adquiriu conhecimento realizando um trabalho de extensão. “Estamos no campo acompanhando o dia a dia da pecuária nacional e mundial. O setor mudou muito, e por isso é fundamental darmos este atendimento mais individualizado”, aponta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions